PLACAR

Kudermetova e Chan vão à final de duplas, Siegemund sente lesão

Veronika Kudermetova e Hao-Ching Chan (Foto: Porsche Tennis Grand Prix)

Stuttgart (Alemanha) – A rodada de semifinais de duplas do WTA 500 de Stuttgart teve apenas um jogo neste sábado. A russa Veronika Kudermetova e a taiwanesa Hao-Ching Chan venceram a norte-americana Bethanie Mattek-Sands e a chinesa Shuai Zhang por 6/4 e 6/3.

Kudermetova, de 26 anos, vai em busca de seu oitavo título de duplas na carreira e o primeiro na temporada. A conquista mais recente da russa foi ao lado de Beatriz Haddad Maia no Elite Trophy em outubro. Já a parceira Chan, de 30 anos, acumula 20 conquistas no circuito, uma delas em janeiro em Hobart, com a mexicana Giuliana Olmos.

As adversárias na final deste domingo serão a norueguesa Ulrikke Eikeri e a estoniana Ingrid Neel, que nem precisaram entrar em quadra. Elas foram beneficiadas pela desistência da alemã Laura Siegemund e da tcheca Barbora Krejcikova. Segundo a organização do torneio, Siegemund sentiu uma lesão na região lombar. A experiente alemã de 36 anos esteve no Brasil na última semana e venceu jogos contra Bia Haddad e Carol Meligeni pela Billie Jean King Cup. E na estreia de simples, ficou em quadra por 3h10 contra Marta Kostyuk.

Eikeri e Neel conquistaram dois títulos juntas no ano passado, na grama de Nottingham e no piso duro de Tóquio. A norueguesa de 31 anos tem três títulos na carreira, enquanto a estoniana de 25 anos também busca a quarta conquista no circuito da WTA. Neel nunca perdeu uma final.

O último dia de jogos em Stuttgart começa às 8h (de Brasília) com a final de simples entre Elena Rybakina e Marta Kostyuk. Será o terceiro duelo entre a cazaque e a ucraniana, com uma vitória para cada lado. A decisão do torneio de duplas acontece na sequência.

Final de duplas definida também em Rouen

Já pelo WTA 250 de Rouen, no saibro francês, a húngara Timea Babos e a russa Irina Khromacheva garantiram vaga na final com vitória sobre a britânica Samantha Murray Sharan e a polonesa Katarzyna Piter por duplo 6/2. Elas enfrentam as britânicas Naiktha Bains e Maia Lumsden, que derrotaram a japonesa Nao Hibino e a georgiana Oksana Kalashnikova por 4/6, 6/2 e 10-6.

Ex-número 1 de duplas, Babos está com 30 anos e ocupa o 64º lugar do ranking da modalidade, com 24 conquistas no circuito. A parceira Khromacheva, de 28 anos, é a 61ª do mundo e tem dois títulos de WTA nas duplas. Já as britânicas Bains e Lumsden, ambas de 26 anos, buscam o primeiro título.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE