PLACAR

Keys busca grande virada sobre Jabeur e desafia Iga na semi

Foto: Mutua Madrid Open

Madri (Espanha) – Assim como já havia acontecido no início da rodada desta terça-feira, o segundo jogo das quartas de final do WTA 1000 de Madri teve mais uma virada. A norte-americana Madison Keys, 20ª do ranking, superou a tunisiana Ons Jabeur, número 9 do mundo e campeã de 2022, com parciais de 0/6, 7/5 e 6/1 em 1h33 de partida.

Ex-número 7 do ranking e vencedora de sete torneios da WTA, Keys marcou sua 28ª vitória contra uma top 10 na carreira e a segunda em Madri. Ela já havia eliminado a terceira colocada Coco Gauff nas oitavas de final do torneio. A experiente jogadora de 29 anos não tinha um histórico tão bom nas quadras de saibro da capital espanhola. Ela chegou às oitavas em 2016 e parou cinco vezes seguidas na estreia.

Ao marcar sua primeira vitória em três jogos contra Jabeur, Keys também se junta às irmãs Venus e Serena Williams entre as únicas mulheres norte-americanas que já chegaram às semifinais dos dois WTA 1000 no saibro, em Roma e Madri. Em busca de sua 13ª final da carreira, Keys desafia na semifinal a número 1 do mundo Iga Swiatek. Ela tem uma vitória em três jogos diante da polonesa. Iga vem de vitória sobre Beatriz Haddad Maia por 4/6, 6/0 e 6/2.

“A chave para o jogo foi enfim vencer o primeiro game. A partir dali, relaxei e consegui jogar o meu melhor tênis”, disse Keys, na entrevista em quadra. A norte-americana também falou sobre a perspectiva de enfrentar a líder do ranking. “Vou assistir muitos vídeos e tentar ter uma boa estratégia, mas preciso pensar no meu lado da quadra”.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

O set inicial da partida foi amplamente dominado por Jabeur, que conseguiu três quebras e escapou de dois break-points logo em seu primeiro game de serviço. E a tunisiana ainda voltou a quebrar no início do segundo set para fazer 2/0. Só então, Keys conseguiu confirmar um game de serviço, e logo depois devolveu a quebra. A norte-americana passou a confirmar os saques sem enfrentar break-points, mesmo com alguns games longos no 4/4 e 5/5. Depois de escapar da derrota, voltou a quebrar e fechou o set.

Reconhecida por ser uma jogadora agressiva e de muita potência nos golpes, especialmente com o forehand, Keys também fez bom uso das curtinhas. Por outro lado, a sempre versátil Jabeur se perdia cada vez mais em erros não-forçados. A norte-americana conseguiu duas novas quebras e saiu vencendo por 5/0. Só então, a tunisiana voltou a manter o saque, em um game rápido e também contando com um drop-shot no último ponto. Mas Keys soube aproveitar a grande vantagem construída e consolidou a virada. Ela liderou a estatística de winners por 21 a 17 e cometeu 23 erros contra 19 de Jabeur

 

6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
YAN
YAN
21 dias atrás

Não vi nada desse jogo, por isso não posso fazer uma análise mais detalhada e completa, só gostaria de dizer que, acho, vejam bem, é apenas minha opinião e ninguém precisa concordar, que se a Jabeur perdesse só um pouquinho de peso talvez pudesse ter maior comprometimento físico, que é algo que lhe falta em algumas partidas, nem sei se foi o que aconteceu hoje, maz isso é constante em seus jogos.

Flávio
Flávio
21 dias atrás
Responder para  YAN

A Jabeur foi lacrar nesses últimos ldias e esqueceu de jogar. Kkkk

YAN
YAN
21 dias atrás
Responder para  Flávio

Kkkkkk É verdade amigo, eu pra falar a verdade, nunca gostei dela, acho uma tremenda chata, e tenho mais motivos ainda pra não gostar depois da lacraçâo dessa semana, muito preocupada com a vida dos outros dá nisso, não treinou corretamente e foi eliminada do torneio, gostei muito.

Paulo
Paulo
21 dias atrás
Responder para  YAN

Agora fiquei curioso pra saber de quem a Ons falou?

João Sawao ando
João Sawao ando
21 dias atrás

Torcendo pela keys

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE