PLACAR

João Sousa se despede do tênis com derrota para Fils

Foto: Millennium Estoril Open

Estoril (Portugal) – A rodada desta quarta-feira no ATP 250 do Estoril ficou marcada pela despedida de João Sousa das quadras, aos 35 anos de idade. Maior tenista da história de Portugal, o ex-top 30 e atual 272º do mundo encarou na estreia do torneio o jovem francês Arthur Fils, de apenas 19 anos e 37º colocado no ranking, e acabou derrotado pelo placar de 7/5 e 6/4 em 1h50 de partida.

Em 17 temporadas como profissional, Sousa conquistou quatro títulos de ATP, em Kuala Lumpur (2013), Valência (2015), Estoril (2018) e Pune (2022). Em Grand Slam, seus melhores resultados foram as oitavas de final do US Open em 2018 e de Wimbledon no ano seguinte. No ranking de simples, sua posição mais alta foi o 28º lugar, alcançado em maio de 2016, enquanto na lista de duplas ocupou a 26ª posição no quinto mês de 2019.

“O tênis é minha paixão, e terminar aqui neste torneio que sempre foi tão especial para mim é muito bom. Acho que não haveria melhor forma de encerrar minha carreira, junto a esse público incrível, sem o qual nada faria sentido”, disse o bastante emocionado João Sousa no discurso em quadra após o jogo. Ele ainda segue no torneio para disputa da chave de duplas ao lado do carioca João Fonseca.

Por sua vez, Fils, que é o cabeça 5 da competição, segue adiante para enfrentar nas oitavas de final o chileno Cristian Garin, que eliminou o austríaco Jurij Rodionov por 7/6 (7-3) e 7/5. Os dois nunca duelaram antes no circuito.

Espanhóis, Fucsovics e Monfils avançam
Uma das principais surpresas do dia foi a queda do alemão Dominik Koepfer, oitavo principal favorito do torneio, para o quali espanhol Pablo Llamas Ruiz com as parciais de 6/4 e 6/3. Ruiz fará um duelo hispânico nas oitavas de final com o compatriota David Jorda Sanchis, que entrou como lucky-loser e bateu o quali português Jaime Faria por 7/6 (7-4) e 6/1.

Outro confronto 100% espanhol será entre Pedro Martinez, que superou o alemão Daniel Altmaier por 6/4 e 6/2, e Roberto Bautista Agut, responsável pela eliminação do sérvio Miomir Kecmanovic, sexto pré-classificado, com as parciais de 6/1 e 7/5 em partida realizada ainda na segunda-feira.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Já o húngaro Marton Fucsovics passou pelo argentino Pedro Cachin por 7/5 e 6/2 e medirá forças com o experiente francês Gael Monfils, que bateu o convidado português Henrique Rocha com um duplo 7/5. No jogo que fechou a rodada,  o holandês Botic van de Zandschulp superou o também argentino Federico Coria por 6/4, 4/6 e 6/1 e será o adversário do principal favorito ao título, o norueguês Casper Ruud.

Do outro lado do quadrante, o quali britânico Jan Choinski desafiará o polonês Hubert Hurkacz, cabeça 2, depois de eliminar o carioca João Fonseca, convidado da organização, em partida de três sets, aplicando as parciais de 6/2, 6/7 (5-7) e 6/4.

 

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Jose Carlos
Jose Carlos
3 meses atrás

Os resultados comprovam ter sido o segundo maior simplista masculino lusófono da história. O que é um tapa na cara da CBT e dos pachecos de plantão, vindo de um país com 8MM de habitantes comparado com outro de 200MM e tendo jogado um tenis tecnicamente sofrivel ao longo de toda carreira. Prova e demonstra o quão subdesenvolvido é o esporte local, que ainda acredita que filhotinhos (supostamente) “brancos” de uma elite ultra-conservadora vão vingar como atletas profissionais de alto rendimento.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE