PLACAR

Jabeur e Raducanu largam bem na grama de Nottingham

Foto: LTA

Nottingham (Inglaterra) – A temporada de grama começou com vitórias para Ons Jabeur e Emma Raducanu, que venceram suas partidas de estreia no WTA 250 de Nottingham. A tunisiana tenta manter o embalo depois de ter alcançado as quartas em Roland Garros, enquanto a britânica não foi a Paris e antecipou a preparação para Wimbledon.

Raducanu foi a primeira a entrar em quadra nesta terça-feira. A jovem de 21 anos e campeã do US Open em 2021 precisou de apenas 1h10 para marcar as parciais de 6/1 e 6/4 contra a japonesa Ena Shibahara, ex-número 4 do mundo em duplas e que tenta agora se firmar em simples, ocupando o 274º lugar.

“Estou muito satisfeita por ter vencido e mais feliz ainda com a forma como eu estava bem mentalmente. Minha atitude foi ótima e acho que para mim isso é o mais importante. Sei que tiver isso, então o nível de tênis virá em seguida”, disse Raducanu, que atualmente ocupa o 209º lugar do ranking, depois de passar por três cirurgias no ano passado, nos dois punhos e no tornozelo esquerdo.

“Uma parte de mim esqueceu como era jogar em casa”, explica a ex-top 10, que não jogava na grama há quase dois anos. “É incrível receber tanto carinho. Tenho muita sorte de ter apoiadores onde quer que eu vá, mas não é como jogar no Reino Unido e na grama. É algo que não só eu, mas todos os britânicos apreciamos”.

A adversária de Raducanu nas oitavas de final será a ucraniana Daria Snigur, 127ª do ranking, que derrotou a compatriota Marta Kostyuk, cabeça 2 do torneio e 17ª do mundo, com duplo 6/3.

Jabeur volta a superar Osorio no circuito

Já a principal cabeça de chave Ons Jabeur fez valer seu ótimo histórico recente na grama. Duas vezes finalista de Wimbledon, a tunisiana abusou de seu repertório de curtinhas e subidas à rede na vitória por 6/2 e 6/3 sobre a colombiana Camila Osorio. Com o resultado, a atual número 10 do mundo tem agora 4 a 0 nos confrontos contra a colombiana. Elas já haviam se enfrentado há duas semanas em Roland Garros, além de duelos em 2021 e no ano passado.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

“É ótimo estar de volta à grama. Fiz uma boa partida hoje e espero que o nível seja ainda melhor para as próximas partidas. Estou ansiosa para jogar mais partidas aqui em Nottingham e espero que seja ótimo preparação para Wimbledon”, disse Jabeur após a partida. Ela enfrenta a jovem tcheca de 19 anos Linda Fruhvirtova, que chegou ao top 50 há exatamente um ano, mas hoje ocupa o 139º lugar.

Tatjana Maria vence duelo de 3h, Boulter enfrenta canadense

No jogo mais longo do dia, a alemã Tatjana Maria precisou de 3h24 para vencer a colombiana Emiliana Arango por 4/6, 7/6 (9-7) e 7/6 (8-6). Sua próxima adversária será a polonesa Magdalena Frech, cabeça 5, que derrotou a japonesa Nao Hibino por 6/1 e 6/4.

Já a atual campeã do torneio, a britânica Katie Boulter, teve definida sua adversária nas oitavas. Ela enfrenta a canadense Rebecca Marino, que derrotou a suíça Viktorija Golubic por 6/1 e 6/4. Ainda nesta terça-feira, a jovem norte-americana de 20 anos Ashlyn Krueger, 70ª do ranking, contou com seu ótimo saque e só enfrentou um break-point na vitória por duplo 6/3 contra a chinesa Yafan Wang. Ela enfrenta a britânica Francesca Jones, que derrotou Caroline Dolehide por 7/6 (7-3) e 6/3.

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Marcelo Reis
Marcelo Reis
8 dias atrás

A Raducanu jogou todo seu talento em um torneio só. Espero que retorne ao nível de outrora.

Weverton Pacheco
8 dias atrás

Daria Snigur é aquela jogadora que venceu a Bia na primeira rodada? Bom a Raducanu se ligar! Bia vinha de semi em Rolang Garros e era campeã do torneio… mesmo assim dançou feio para a garota!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE