PLACAR

ITIA explica que Djokovic não recusou teste de doping

Foto: Getty Images for ITF

Londres (Inglaterra) – A Agência Internacional para a Integridade do Tênis (ITIA) confirmou que o sérvio Novak Djokovic não se recusou a se submeter a um teste antidoping nas finais da Copa Davis de 2023. Segundo o L’Equipe, a entidade esclareceu que o número 1 do mundo não violou nenhuma regra, já que os jogadores têm a opção de serem testados antes ou depois dos jogos em competições por equipes como a Copa Davis.

A ITIA explicou, no entanto, Djokovic não fez nada de errado, pois os jogadores podem enviar a sua amostra antes ou depois da partida, independentemente de quando forem notificados sobre o teste. “A primeira coisa a dizer é que Djokovic não recusou a prova. As regras estabelecem que quando um jogador é notificado, ele deve fornecer uma amostra assim que puder”, disse a ITIA ao jornal francês.

“Em competições por equipes, como a Copa Davis, os jogadores podem ser informados antes da partida, enquanto em outras competições os testes geralmente ocorrem após a partida. O procedimento não foi alterado, nem para este evento nem para o jogador. Na Copa Davis, os times são avisados ​​antes do início da partida. Isto permite aos jogadores escolher se preferem fazê-lo antes ou depois”, acrescentou.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

A entidade reforça que os jogadores têm uma escolha, alguns preferem fazer isso antes, uma vez que assim já ficam liberados de uma vez e evitam ficar muito tempo no local após o término da partida, e outros, como o caso de Djokovic, optam por realizar o exame depois do jogo.

Pouco antes de sua partida de simples contra Cameron Norrie nas quartas de final da Sérvia contra a Grã-Bretanha, na quinta-feira, Djokovic foi informado que precisava fazer um teste de drogas. Houve relatos e reclamações de que o líder do ranking não seguiu o protocolo ao não fazer o teste antes da partida, o que acabou não se confirmando.

Djokovic forneceu a amostra depois de derrotar Norrie, mas expressou sua oposição às autoridades antidoping que solicitam aos jogadores que realizem testes enquanto se preparam para os jogos. “É a primeira vez que isso acontece comigo. Não faz sentido fazer isso quando estarei lá depois. Tenho minhas rotinas pré-jogo e não preciso pensar nesse momento em doar sangue ou urina”, disse.

Leia mais:

Ex-ciclista cobra pena a Djoko por recusar antidoping

Djokovic fica revoltado com antidoping antes do jogo

 

26 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Renato
Renato
2 meses atrás

Se a regra permite antes ou depois do jogo, não há do que reclamar, faz depois e pronto. De qualquer forma, há uma polêmica levantada pelo diretor de uma equipe francesa de ciclismo sobre a necessidade de se fazer o teste antes. A conferir…

Rodri
Rodri
2 meses atrás
Responder para  Renato

Ele entende de ciclismo, não de tênis. As entidades são diferentes. Devia ter ficado.com.a boca fechada

Renato
Renato
2 meses atrás
Responder para  Rodri

Ele entende de ciclismo, mas também de doping, afinal é dirigente de uma equipe em um dos esportes mais visados. Quem cala consente e quem não deve não teme.

Rodri
Rodri
2 meses atrás
Responder para  Renato

Ele entende das regars da entidade que faz os testes na modalidade DELE, o tênis é outra

Cesar Cortez Amaral
Cesar Cortez Amaral
2 meses atrás

Esse Djocovid19 é muito mimizento. Fica criando confusão em todo lugar. Se acha a última bolacha do pacote. Dúvido que se fosse um garoto começando a jogar se eles iam deixar fazer o teste depois mas como é o mimizento resolveram passar um pano.

Rockton
Rockton
2 meses atrás
Responder para  Cesar Cortez Amaral

Concordo plenamente. Esse negacionista pode ganhar 250 milhões de grand slam, mas sempre vai ter o carisma de um papagaio chorão.

Fernando
Fernando
2 meses atrás
Responder para  Rockton

Inveja héin. Fica tranquilo, já falei, o miss simpatia pode ficar pro Federer e pro Nadal. É o que sobrou pra vocês celebrarem. Djoko goat manda um abraço!

Rodri
Rodri
2 meses atrás
Responder para  Cesar Cortez Amaral

Quem criou confusão foram bocas sujas como você, aí acusar sem saber

Gpl
Gpl
2 meses atrás
Responder para  Cesar Cortez Amaral

Quanta inveja

Última edição 2 meses atrás by Gpl
Fernando
Fernando
2 meses atrás
Responder para  Cesar Cortez Amaral

Alerta de fã de Federer e Nadal ressentido com o Djoko goat!

Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
2 meses atrás
Responder para  Cesar Cortez Amaral

Ele é a última bolacha do pacote, mas nem por isso, cria confusão como sugeres.

sebastiao
sebastiao
2 meses atrás
Responder para  Cesar Cortez Amaral

“Mimizento”, “criando confusão”, “Se acha”.
Que legal, você está ofendendo sem mais nem menos alguém que foi alvo de fake news sobre ter recusado o teste. kkk É brincadeira o seu nível, você está a favor da mentira só por não gostar do cara… Leia o que voce escreve pra pensar antes de postar…

Rodri
Rodri
2 meses atrás
Responder para  sebastiao

Essa gente normalmente não pensa

Diogo Menezes
Diogo Menezes
2 meses atrás
Responder para  Cesar Cortez Amaral

Boa noite, César!

Recomendo a leitura do artigo por completo!
Quaisquer jogadores podem optar por testar antes ou depois.

David Almeida
David Almeida
2 meses atrás

Djokovic sempre cumpre as regras e é o jogador que mais se cuida, impossível pegar Nole no antidoping. O Goat é um grande exemplo. Fato.

Thiago Pereira
Thiago Pereira
2 meses atrás

Djokovic em nenhum momento disse que recusou. Apenas não gostou de ter sido notificado que seria antes da partida, já que não é costume de fazerem isso, e acabou atrapalhando na sua preparação. Mas como tudo ao redor do sérvio vira um grande alarde,começaram essa historinha que ele havia recusado. Impressionante a perseguição contra o sérvio. Duvido se fosse o Federer ou o Nadal no seu lugar, se teria tido a a mesma repercussão.

Última edição 2 meses atrás by Thiago
Leonardo
Leonardo
2 meses atrás
Responder para  Thiago Pereira

Concordo com os comentarios, só não o final que isso não teria repercursão com Federer ou Nadal. Lembre que Nadal foi acusado de doping por uma embaixadora francesa, sem nenhuma prova, e que ela foi processada e teve que indenizar Nadal por danos morais. Mas a repercursão da acusação foi grande, e até hoje tem uns aqui que acusam Nadal de Doping. No final duvdo que os tenistas consigam se safar de doping, porque fazem varios testes durante todo o ano, e até quando estão parados ou lesionados os testes continuam, então não tem como escapar.

Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
2 meses atrás
Responder para  Leonardo

Impossível alguém ganhar 22 GS, usando doping e não ser pego.

Jonas
Jonas
2 meses atrás

O sucesso de Novak DjokoGOAT incomoda não só seus rivais diretos. Ele tem haters em todos cantos, maioria fã da dupla Fedal obviamente.
Esse assunto acabou de ser devidamente esclarecido, para a tristeza dos haters. É lógico que o sérvio não seria tão estúpido, o cara tem décadas como profissional. Mas, sempre arrumam um motivo pra tentar ferrar o sujeito.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
2 meses atrás
Responder para  Jonas

Na cara não, Jonas.

DjokoGOAT não dá um minuto de sossego para as pobres almas sofredoras.

Porkuat
Porkuat
2 meses atrás

Comunicado no melhor estilo Trapalhões. Não recusou, mas também não aceitou kkkkkkk

rafael luis
2 meses atrás

Se fosse outro jogador nessa situacao, ja estaria suspenso por doping. kkkkk mandou o funcionario da ITIA voltar mais tarde.. Ve se pode.

Fernando
Fernando
2 meses atrás
Responder para  rafael luis

Alerta de fã de Federer e Nadal ressentido do Djoko goat!

Rodri
Rodri
2 meses atrás

Isso é para calar uns que estavam chamando o servio de mau caráter, dizendo que tinha recusado

Márcio
Márcio
2 meses atrás

Djoko não recusou, só reclamou! Mal entendido desfeito!

SgtMaxWolf
SgtMaxWolf
2 meses atrás

Se há possibilidade de ser depois, pra que ir lá perturbar a concentração e aquecimento do jogador? Fez o que a regra permite, sem mais!!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE