PLACAR

Iga tem ótima reação e estreia com vitória no Finals

Foto: Jimmie48/WTA

Cancún (México) – No encontro entre as campeãs de Roland Garros e Wimbledon da atual temporada, Iga Swiatek superou Marketa Vondrousova em sua estreia no WTA Finals. A polonesa precisou de tempo para se adaptar às condições mais lentas em quadra, ainda mais num dia quente e úmido, e também com o vento. Mas depois de vencer um primeiro set complicado, ela assumiu o controle contra a tcheca e fechou por 7/6 (7-3) e 6/0 em 1h39 de partida.

Esta foi a terceira vitória de Swiatek sobre Vondrousova no circuito. Uma delas foi na campanha para o primeiro de seus três títulos de Roland Garros, ainda em 2020. A mais recente foi em agosto deste ano, durante o WTA 1000 de Cincinnati.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Agora número 2 do mundo, mas ainda com chances de disputar a liderança do ranking com Aryna Sabalenka, a polonesa de 22 anos volta a atuar na próxima quarta-feira. Ela enfrentará a vencedora da partida entre Coco Gauff e Ons Jabeur. Quem perder joga com Vondrousova, em busca da recuperação no torneio.

Quebrada em três de seus quatro primeiros games de serviço, Swiatek começou a partida com dificuldades no saque e também durante os ralis. Com a bola pesada por conta da umidade, era difícil definir os pontos. E além disso, estava do outro lado uma jogadora capaz de usar as variações de golpes, altura e peso de bola. Vondrousova chegou a liderar o set inicial por 5/2, com duas quebras de vantagem.

Swiatek devolveu uma das quebras e foi aos poucos entendendo como jogar nessas condições. Ela apostou na regularidade e em colocar a bola em quadra, minimizando os riscos. Ao mesmo tempo, Vondrousova passou a oscilar mais no saque, espcialmente com muitas duplas faltas, terminando o jogo com 5 no total. A polonesa igualou o set e venceu a parcial no tiebreak.

O que se viu no segundo set foi um amplo domínio de Swiatek, que não enfrentou break-points e cedeu apenas sete pontos em seus games de serviço. Cada vez mais à vontade, passou a ser mais agressiva e a comandar os pontos com o forehand para aplicar um ‘pneu’ e chegar à sua 64ª vitória na temporada.

Swiatek liderou a estatística de winners por 19 a 6, sendo que no primeiro set a diferença era de 14 a 5. Ela cometeu 22 erros não-forçados, um a menos que a canhota tcheca. A polonesa conseguiu seis quebras em 10 break-points e perdeu três games de saque, todos no primeiro set.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE