PLACAR

Humbert tenta título em casa contra Dimitrov

Ugo Humbert (Foto: Open 13 Provence)

Marselha (França) – Último remanescente da casa, o francês Ugo Humbert derrubou o atual campeão e principal cabeça de chave do ATP 250 de Marselha, o polonês Hubert Hurkacz, e está na decisão do torneio. Neste sábado, o jogador de 25 anos e quatro pré-classificado triunfou com um duplo 6/4 em 1h23 de partida, e agora tentará o quarto título da carreira e o segundo dentro de seu país, depois de ter triunfado em Metz, sua cidade natal, na temporada passada.

Atual número 21 do mundo, Humbert voltará à faixa dos 20 melhores e alcançará seu melhor ranking com os pontos somados em Marselha. Por enquanto, ele está assumindo a 19ª colocação, mas pode subir para o 18º posto em caso de título, três acima de sua principal marca, obtida em novembro. Apesar de não defender o título, Hurkacz somou 55 pontos devido às recentes mudanças na distribuição da ATP e se manterá no oitavo lugar.

Esta também foi a décima vitória do francês sobre um top 10, tendo como maior resultado da carreira o triunfo diante do então número 2 do mundo Daniil Medvedev na ATP Cup de 2022. Na decisão ele terá pela frente um ex-integrante do grupo dos dez melhores do mundo, o búlgaro Grigor Dimitrov, que foi terceiro colocado do ranking entre o fim de 2017 e o início de 2018.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Na outra semi deste sábado, o jogador de 32 anos e segundo pré-inscrito na chave precisou de exatas três horas para derrubar de virada o russo Karen Khachanov, campeão de Marselha em 2018, pelo placar de 6/7 (3-7), 6/4 e 7/6 (7-5).

Dono de nove títulos no circuito, o último deles em janeiro no ATP 250 de Brisbane, Dimitrov disputará a 19ª final da carreira e é o primeiro jogador a alcançar mais de uma decisão na atual temporada. Além disso, possui retrospecto positivo contra Ugo Humbert, seu adversário no domingo, tendo vencido os dois duelos anteriores, na primeira rodada dos Masters 1000 de Paris e Xangai, em 2019 e 2020, respectivamente.

Com os resultados de momento, Dimitrov segue sem evoluir no ranking, mas pode voltar ao top 10 em caso de título, saindo do atual 13º posto para o décimo lugar. Já Khachanov ganhará a posição do francês Adrian Mannarino e será o novo 17º colocado.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Toda a comemoração de Alcaraz na conquista de Roland Garros

Jannik Sinner é o 29º homem a liderar o ranking profissional

PUBLICIDADE