PLACAR

Goffin e Raonic superam a estreia em Roterdã

Milos Raonic (Foto: ABN AMRO Open)

Roterdã (Holanda) – Depois de furar o qualificatório no fim de semana, o belga David Goffin estreou com vitória na chave principal do ATP 500 de Roterdã. Nesta segunda-feira, o ex-número 7 do mundo e atual 134º colocado precisou de 2h55 para superar o convidado croata Dino Prizmic, 171º do ranking, com parciais de 6/4, 6/7 (12-14) e 6/1.

Garantido na segunda rodada do torneio, Goffin aguarda pelo vencedor do duelo entre o quinto cabeça de chave Alex de Minaur e o norte-americano Sebastian Korda, a quem nunca enfrentou. Contra o australiano ele possui retrospecto negativo de quatro derrotas em quatro jogos, uma delas justamente na segunda fase de Roterdã, há dois anos, caindo por 6/0 e 6/3.

Em dez participações anteriores no piso duro coberto holandês, o experiente belga tem como melhor resultado o vice-campeonato de 2017, quando caiu de virada para o francês Jo-Wilfried Tsonga na decisão. Aos 33 anos, ele possui seis títulos no circuito e não conquista um ATP desde 2022.

Raonic volta a vencer em ATP após seis meses
Outro ex-top 10 que não vive os melhores dias no circuito, o canadense Milos Raonic venceu uma partida de ATP pela primeira vez desde agosto do ano passado, quando chegou às oitavas de final do Masters 1000 de Toronto. Em novembro, ele chegou a ganhar uma partida de Copa Davis contra o finlandês Patrick Kaukovalta, mas tem convivido nas últimos temporadas com inúmeras lesões que atrapalharam sua carreira, chegando a ficar fora do ranking em 2022.

Atualmente na 309ª posição, o ex-número 3 do mundo estreou também nesta segunda-feira e superou o holandês Jesper de Jong, 141º colocado, por 7/6 (7-6) e 6/4 em 1h43. Ao longo da partida, Raonic disparou 20 aces e venceu incríveis 97% dos pontos com o primeiro saque (36 de 37) e salvou o único break-point que teve contra. Por outro lado, teve contrastantes 56% de acerto do primeiro serviço e cometeu setes duplas faltas.

Semifinalista em 2015, o canadense disputa o torneio pela terceira vez na carreira e encara na próxima fase o vencedor do duelo entre o croata Borna Coric e o cazaque cabeça 8 Alexander Bublik, que se enfrentam somente na terça-feira.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE