PLACAR

Garcia e Kenin são primeiras nas quartas no México

Foto: Guadalajara Open AKRON

Guadalajara (México) – Depois de salvar dois match-points em sua partida de estreia no WTA 1000 de Guadalajara, Caroline Garcia conseguiu vencer sua segunda partida no torneio em sets diretos. Ainda assim, a francesa teve uma partida muito exigente contra a jovem norte-americana de 21 anos Hailey Baptiste, 174ª do ranking, marcando as parciais de 7/5 e 6/4 em 1h32 de partida.

“Tentei manter a calma, ser positiva e jogar um ponto de cada vez. Nos momentos importantes, fui um pouco mais sólida e isso fez a diferença hoje”, disse Garcia na entrevista em quadra. A francesa conseguiu revanche, depois de ter perdido para Baptiste no ano passado, na Austrália. Sua próxima rival pode ser Veronika Kudermetova ou Victoria Azarenka.

Durante o primeiro set, Garcia abriu 4/1, cedeu o empate no oitavo game, mas voltou a quebrar no último game da parcial. Ela contou com duas duplas faltas de Baptiste (que fez 11 em toda a partida) e também atacou algumas devoluções de segundo serviço da rival.

A norte-americana abriu 2/0 no segundo set e chegou a liderar por 3/1, mas cedeu a virada para 4/3. Garcia escapou de um 15-40 no penúltimo game da partida e quebrou na sequência para fechar o jogo. Ela liderou a contagem de winners por 16 a 13 e cometeu 27 erros contra 34. A francesa aproveitou suas quatro oportunidades de quebra e salvou quatro dos seis break-points que enfrentou.

Quem também avançou foi Sofia Kenin, finalista em San Diego na semana passada e que mantém a boa fase. A norte-americana superou a letã Jelena Ostapenko por 6/4 e 7/5 em 1h44 de partida. Foi a quinta vitória contra top 20 no ano para Kenin, que aparece atualmente no 53º lugar do ranking e vai se rearoximando do top 40. Voltando de lesão, a ex-número 4 do mundo e campeã do Australian Open de 2020, era só 280ª do ranking em janeiro.

“É a minha primeira vez aqui e estou muito feliz com a forma como me adaptei. Surpreendentemente, a altitude está me ajudando e estou jogando muito bem”, avaliou Kenin, que cometeu apenas três erros não-forçados contra 25 de Ostapenko. A letã era a jogadora mais agressiva e fez 36 winners contra 19, mas sofreu três quebras e aproveitou só um break-point em dez chances.

A adversária de Kenin nas quartas será a canadense Leylah Fernandez, 21ª do ranking, que venceu a norte-americana Emma Navarro por 6/2 e 6/3. O único duelo anterior entre elas foi no US Open de 2020, com vitória de Kenin em sets diretos.

Caroline Dolehide elimina a cabeça 8 do torneio
Ainda nesta quarta-feira, a também norte-americana Caroline Dolehide venceu uma partida de apenas 1h contra a russa Ekaterina Alexandrova, cabeça 8 do evento e número 20 do mundo, por 6/1 e 6/2. Dolehide, 111ª do ranking, pode enfrentar a tunisiana Ons Jabeur, principal cabeça de chave, ou a canhota italiana Martina Trevisan.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Nadal leva público italiano ao delírio com incrível reação

Conheça o que aconteceu nos bastidores do WTA 100 de Madri

PUBLICIDADE