PLACAR

Fritz: “Tenho potencial para ir bem no saibro”

Foto: ATP Tour

Madri (Espanha) – Chegou ao fim a surpreendente campanha de Taylor Fritz no Masters 1000 de Madri. Clássico jogador norte-americano habituado às quadras duras, o atual número 13 do mundo teve um desempenho notável no saibro da capital espanhola e alcançou a sua quarta semifinal nesta nível de evento, a segunda sobre a terra batida, repetindo o resultado de Monte Carlo no ano passado.

Apesar de não se destacar tanto nesta superfície quanto no piso sintético, o próprio Fritz acredita que pode ser um forte candidato no saibro daqui em diante. Ele também falou rapidamente sobre a derrota para o russo Andrey Rublev por 6/4 e 6/3 nesta sexta-feira no Estádio Manolo Santana, o principal da Caixa Mágica.

“Tem muito mérito o nível do Andrey, o quão bem ele sacou e como me tirou da quadra. Foi uma pena eu não poder jogar um bom tênis. Acho que minhas opções são reduzidas nesta quadra em comparação com outras, menores e mais rápidas. De qualquer forma, foi um bom torneio e saio com a sensação de que tenho potencial para ir bem em futuras torneios no saibro, posso ser alguém perigoso na chave”, disse após a partida.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Fritz fez sua primeira final no saibro em 2024

A campanha em Madri não parece ser um ponto fora da curva na temporada de Taylor Fritz. Isso porque ele já vinha de ótimo resultado no ATP 250 de Munique, onde chegou pela primeira vez na carreira a uma decisão no saibro. No entanto, ele perdeu o título para o anfitrião Jan-Lennard Struff em sets diretos. Na semana anterior, o norte-americano não havia passado da estreia em Monte Carlo. Ao todo, ele já soma sete vitórias e três derrotas na atual gira europeia de terra batida.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE