PLACAR

Fonseca é eliminado em sua primeira semi de challenger

Foto: Omar Rasjido/AAT

Buenos Aires (Argentina) – Chegou ao fim a campanha brasileira no challenger de Buenos Aires. Depois de o pernambucano João Lucas Reis ser eliminado na primeira partida das semifinais, o carioca João Fonseca também se despediu na penúltima fase da competição no saibro argentino. Neste sábado, o jovem de 17 anos foi superado pelo cazaque Dmitry Popko, 417º do mundo, pelo placar de 6/2 e 6/4 em 1h26 de confronto.

Disputando sua primeira semi de challenger na carreira, Fonseca sairá da capital argentina com 14 pontos que lhe ajudarão a dar um salto de 75 posições no ranking, saindo do atual 727º para o 652º lugar na próxima lista da ATP. Ele perde assim a chance de entrar pela primeira vez no top 600 e até de estrear na faixa dos 500 melhores do mundo caso fosse campeão. Sua melhor marca é a 636ª colocação, alcançada em julho.

Do outro lado, Dmitry Popko já garantiu ao menos 27 pontos e está subindo provisoriamente para o 358º posto. Em caso de título ele poderá chegar ao 324º lugar, ainda abaixo do seu próprio recorde, que foi o 162º, em outubro de 2021. O jogador de 27 anos enfrentará na decisão o jovem peruano Gonzalo Bueno, de 19 anos e 415º colocado. O duelo será inédito.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

O primeiro set começou muito mal para o brasileiro, que teve seu saque quebrado logo no segundo game. A partir daí, o adversário cazaque soube administrar bem a vantagem e correu riscos apenas no quinto game, salvando dois break-points. No oitavo, Popko ainda conseguiu mais uma quebra e fechou a parcial no segundo set-point que teve a favor.

No set seguinte, a história parecia ser diferente quando Fonseca quebrou o saque do oponente no quinto game. No entanto, ele deixou a vantagem escapar logo em seguida, perdendo seu serviço de zero. A situação ficou ainda pior quando o jovem carioca foi quebrado novamente no oitavo game. Nem mesmo a reação para devolver a quebra na sequência foi suficiente, já que o brasileiro sucumbiu mais uma vez no décimo game e perdeu a partida.

Chamou a atenção o baixíssimo aproveitamento de João Fonseca nos pontos ganhos com o segundo serviço na parcial derradeira, vencendo apenas um ponto de dez disputados. No jogo todo, o brasileiro levou somente cinco pontos de 20 nessas condições, dependendo muito do primeiro saque, que só entrou em quadra em 64% das vezes.

10 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Matheus Ferreira
Matheus Ferreira
1 mês atrás

Apesar da derrota foi uma semana positiva pro Fonseca,perdeu pra um cara cascudo acostumado com a pressão,bora pra próxima.

Fabricio
Fabricio
1 mês atrás
Responder para  Matheus Ferreira

Sinceramente, criaram um favoritismo pro fonseca nesse jogo, apenas pela emoção. Sem embasamento algum !

Claudio Marçal
Claudio Marçal
1 mês atrás

Infelizmente o físico parece ter sentido o ritmo da boa semana, pois pediu atendimento médico durante a partida, e talvez por conta disso, tenha rendido abaixo do que estava jogando nas partidas anteriores! Mas fez um grande torneio!

Leonel
Leonel
1 mês atrás
Responder para  Claudio Marçal

Sim..Claudio. semana muito boa porém o lado físico pesou e percebi que ele pode ter sentido a lesão anterior. Espero estar errado. Jogou muito abaixo do esperado.semana que vem tem Ch Buenos Aires 2

Márcio
Márcio
1 mês atrás

Quadra muito lenta. Popko jogou a base de bolas leves e altas no fundo de quadra. Repertório do brasileiro muito superior, faltou paciência e segundo saque.

Refaelov
Refaelov
1 mês atrás

Eu tinha alertado ontem: seria a primeira vez q jogaria 2 dias seguidos no torneio.. O baixíssimo aproveitamento com o 2° serviço corrobora com esse pensamento: não conseguiu lidar com os pontos onde precisou de mais trocas de bolas e consequentemente mais pernas..

Enfim, normalissimo nessa fase de transição para o circuito profissional, vejamos as próximas semanas..

Guilherme ES Ribeiro
Guilherme ES Ribeiro
1 mês atrás

Não foi um bom jogo. Mas foi um bom torneio. Tomara que esteja bem e faça um bom torneio semana que vem. Acho que ele deveria coloca uns 25k no calendário. Ajudaria mesclando com os challengers

Paulo A.
Paulo A.
1 mês atrás
Responder para  Guilherme ES Ribeiro

Faz todo o sentido!

o Rei
o Rei
1 mês atrás

Fonseca tem apenas 17 anos. Tênis hoje é um esporte de resistência, ele só tem chance de ser tenista de top 100 depois dos 20 anos de idade AInda está longe de ter físico pra ganhar 2 Challengers em 2 semanas seguidas como o Wild fez em 2023. Que dirá aguentar 7 jogos de melhor de 5 sets num Grand Slam.Tem muita coisa pela frente ainda, precisa pegar experiência, resistência física etc. Mas está no caminho certo. Uma semi de challenger fraco aos 17 anos não é nada mau.

Fabricio
Fabricio
1 mês atrás

Vitória normal ! Popko sem foi uma pedra no sapato. João é ótimo, mas está na transição, mtos erros e é só começo!

Aos emocionados segurem a onda kkkk o mlk vai cumprir aa etapas, tem bom psicológico! Eu já imaginava hoje, quem sabe do esporte me entende!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE