PLACAR

Festival de surpresas em Cincinnati

A mudança de velocidade de piso pode explicar a sucessão de resultados inesperados no complemento da segunda rodada dos torneios combinados de Cincinnati, tradicionalmente a mais importante preparação para o US Open, devido à semelhança de condições, incluindo o clima.

Finalistas em Toronto no domingo, o italiano Jannik Sinner e o australiano Alex de Minaur se despediram rapidamente, seguindo o caminho da russa Liudimila Samsonova, a vice em Montréal. Os atuais campeões de Cincinnati também caíram muito cedo. Ontem foi a vez da instável Caroline Garcia, hoje do apagado Borna Coric.

Para completar o dia pouco usual, dois abandonos na chave masculina. Holger Rune sentiu a lombar e entregou a partida logo no começo do segundo set diante de Mackenzie McDonald – que aliás fez boas exibições na semana passada -, enquanto Alejandro Davidovich acusou dores nas costas e depois do joelho e só permitiu 46 minutos de estreia a Novak Djokovic.

O caso mais relevante foi certamente o de Sinner. Ele até não jogou tão mal, sofreu uma única quebra no primeiro set, mas o jogo de ótimas trocas de ritmo de Dusan Lajovic não lhe deu ritmo. O sérvio, diga-se, marcou sua quarta vitória sobre top 10 da temporada, lista que inclui Djokovic, Andrey Rublev e Felix Aliassime.

Djokovic não jogava desde a final de Wimbledon e até entrou na chave de duplas para buscar melhor adaptação. Talvez a quebra sofrida contra Davidovich, quando sacava para o set com 5/3, tenha sido mais por falta de concentração, já que o espanhol havia recebido atendimento completo na virada.

Não fosse o momento notável de Gael Monfils, e poucos teriam dúvida da vitória de Nole nesta quinta-feira. Afinal, a freguesia é de 18 a 0! Mas o francês continua muito solto e confiante, superando De Minaur em sua sexta vitória sobre top 30 em 15 dias. Será?

Para completar a rodada de surpresas, Wawrinka voltou a ser o ‘Stanimal’ e fez uma exibição impecável diante do número 10 do mundo e dono da casa Frances Tiafoe. Sacou uma enormidade, bateu assustadoramente lá da base, fez maravilhas com o backhand e deixou o adversário sem opções. Show total. E ele próprio reconheceu que foi sua melhor partida da temporada.

E mais

  • Tsitsipas jogou bem e ganhou de Shelton em dois tiebreaks e jogo sem um único break-point. No meio do segundo set, uma mulher ficou imitando abelha na hora do grego sacar. Essa é inédita.
  • Grego poderia repetir final de 2022 contra Coric, mas o croata perdeu de virada para Hurkacz. Stef tem 7 a 2 nos confrontos contra o polonês.
  • E Ruud segue em mau momento às vésperas de defender o vice no US Open. Agora, parou no bom e agressivo Purcell, 70º do ranking, o adversário de Wawrinka.
  • Como se esperava, Alcaraz vai reencontrar Paul nas oitavas de Cincinnati. O americano ganhou 3 de 4 frente o espanhol.
  • Medvedev e Zverev também confirmaram o reencontro, que será o 16º. Russo ganhou 9, sendo 3 neste ano.
  • ‘Lembro de ver seus jogos na tv quando era criança’, contou Qinwen Zheng, de 20 anos, ao eliminar Venus, de 43.
  • Sua adversária será Swiatek, que ao contrário do jogo duro de Montréal desta vez não tomou conhecimento de Collins. Polonesa diz que gostou do piso mais veloz.
  • Depois de tirar Bia, Muchova venceu Martic no terceiro set e enfrentará Sakkari nas oitavas, sobre quem tem 3 a 1 no histórico.
  • Sabalenka e Rybakina precisaram de esforço em suas estreias. A cabeça 2 enfrenta a sempre perigosa Kasatkina e a cazaque deve ter vida mais fácil frente Paolini.
Paulista de 63 anos, é jornalista especializado em esporte há mais de 45 anos, com coberturas em Jogos Olímpicos e Copa do Mundo. Acompanha o circuito do tênis desde 1980, tendo editado a revista Tênis News. É o criador, proprietário e diretor editorial de TenisBrasil. Contato: joni@tenisbrasil.com.br
Paulista de 63 anos, é jornalista especializado em esporte há mais de 45 anos, com coberturas em Jogos Olímpicos e Copa do Mundo. Acompanha o circuito do tênis desde 1980, tendo editado a revista Tênis News. É o criador, proprietário e diretor editorial de TenisBrasil. Contato: joni@tenisbrasil.com.br

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Quando os tenistas se machucam, mas ainda vencem

ATP seleciona as 10 melhores jogadas do ATP FInals