PLACAR

Draper e Norrie confirmam duelo, Tsitsipas e Fritz vencem

Jack Draper (Foto: LTA)

Londres (Inglaterra) – Dois dos principais nomes da casa fizeram sua estreia em Wimbledon nesta terça-feira e garantiram um duelo interno já na segunda rodada do torneio. Mais experiente deles, Cameron Norrie fez a festa da torcida na Quadra 3 com uma vitória em sets diretos contra o argentino Facundo Diaz Acosta, parciais de 7/5, 7/5 e 6/3 em 2h17 de jogo.

Ex-número 8 do mundo e semifinalista no All England Club há duas temporadas, o canhoto de 28 anos tenta apagar a imagem ruim de sua fraca campanha na grama em 2024, com eliminações na estreia de Queen’s e Eastbourne, além de ter parado na segunda rodada no challenger de Nottingham. O triunfo desta terça-feira foi apenas o segundo em cinco jogos disputados no piso em menos de um mês.

A última vez que ele ganhou mais de um jogo no mesmo torneio sobre esta superfície foi no ano passado em Queen’s, onde chegou até as quartas de final. Semanas depois em Wimbledon, não passou da segunda fase. Para tentar superar o resultado da última edição, Norrie terá pela frente um compatriota que vive grande momento.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Vindo do seu primeiro título de ATP na grama de Stuttgart, além de alcançar as quartas no Queen’s Club, o também canhoto Jack Draper teve bastante trabalho diante do sueco Elias Ymer em sua primeira partida na Quadra Central de Wimbledon, precisando ir ao quinto ser para vencer por 3/6, 6/3, 6/3, 4/6 e 6/3 em 3h18 de batalha.

Aos 22 anos de idade, Draper já iguala seu melhor resultado em Londres e tenta chegar à terceira fase de um Grand Slam apenas pela terceira vez na carreira em sua nona participação neste tipo de evento. Suas principais campanhas aconteceram no US Open, vencendo duas partidas em 2022 e alcançando as oitavas de final na temporada seguinte.

Os dois britânicos vão se enfrentar pela terceira vez no circuito e Draper busca uma vitória inédita diante do compatriota, que levou a melhor na grama de Queen’s em 2021 e no piso duro de Miami em 2022, sem nunca ter perdido um set sequer. Quem vencer este duelo cruzará com o norte-americano Marcos Giron ou o alemão Alexander Zverev.

Tsitsipas e Fritz vencem em sets diretos

Outros dois cabeças de chave que iniciaram campanha com boas vitórias foram Stefanos Tsitsipas e Taylor Fritz, que podem inclusive se enfrentar num eventual duelo de oitavas de final. O grego, que nunca passou da quarta rodada em Wimbledon e disputou apenas sua terceira partida na grama em 2024, passou pelo japonês Taro Daniel com um triunfo por 7/6 (7-5), 6/4 e 7/5 em 2h23 de disputa. Ele aguarda agora pela definição do confronto entre Emil Ruusuvuori e Mackenzie McDonald, interrompido quando o norte-americano liderava por 6/7 (6-8), 6/4, 7/5 e 3/4.

Por sua vez, Fritz manteve o embalo após conquistar o tricampeonato em Eastbourne no último fim de semana e marcou uma tranquila vitória diante do australiano Christopher O’Connell pelo placar de 6/1, 6/2 e 6/4 em apenas 1h31. Quadrifinalista em 2022, o americano de 26 anos terá como próximo adversário o japonês Kei Nishikori ou francês Arthur Rinderknech, que empatavam por 1 set a 1 quando a partida foi paralisada após dois games disputados na terceira parcial.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Wimbledon seleciona os melhores backhands de 1 mão

Os históricos duelos entre Serena e Venus em Wimbledon

PUBLICIDADE