PLACAR

Djokovic recebe troféu pelo número 1 do mundo

Foto: Corinne Dubreuil/ATP Tour

Turim (Itália) – Um dia após garantir a liderança do ranking no final da temporada, o sérvio Novak Djokovic voltou à quadra central do Pala Alpitour para receber o troféu de número 1 do mundo. Em uma breve entrevista em quadra, ele comemorou mais este feito em sua vitoriosa carreira.

“Obviamente é a coroa da temporada, terminar o ano como número 1 do mundo. Acho que é o sonho de todo tenista. É uma das coisas mais difíceis de fazer no nosso esporte. Obviamente, vencer Grand Slams e ser o número 1 do mundo são provavelmente os pináculos do esporte”, destacou o sérvio.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

“Foi um ano muito longo para todos os jogadores e poder estar aqui é uma bênção. Quero agradecer à minha equipe, que está aqui, à minha comissão técnica, a todos, fisioterapeuta, preparador físico, Goran, Claudio, Marko, Miljan, Mark, Charlie, Carlos, todos que estiveram nesta estrada comigo”, falou Djokovic.

O tenista de 36 anos fez questão de enaltecer a preparação e todos que o ajudam. “É um esforço de equipe, embora eu esteja sozinho aqui na quadra. Mas mal posso esperar para comemorar com eles. Este é um tremendo sucesso e conquista e estou muito orgulhoso disso.”

Recordista de semanas na liderança do ranking, Djokovic irá ampliar ainda mais sua marca e se tornará o primeiro a passar das 400 semanas como número 1 do mundo. O segundo colocado na lista é o suíço Roger Federer, que tem 310 e pode ficar mais de 100 atrás do sérvio.

Djokovic fecha uma temporada na liderança do ranking pela oitava vez e amplia uma marca que já era sua. A primeira vez que o sérvio terminou um ano como número 1 do mundo foi em 2011, repetindo o feito em 2012, 2014, 2015, 2018, 2020, 2021 e agora em 2023.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE