PLACAR

Com ‘clima de Davis’, Heide e Demo também conquistam o ouro

Foto: Sergio Llamera/ITF

Santiago (Chile) – Os tenistas brasileiros seguem com excelente aproveitamento nas finais de duplas dos Jogos Pan-Americanos de Santiago. Após a vitória de Laura Pigossi e Luísa Stefani nas duplas femininas, foi a vez de Gustavo Heide e Marcelo Demoliner conquistarem o título nas duplas masculinas. Mesmo jogando com torcida contra, Heide e Demoliner superaram os chilenos Tomás Barrios e Alejandro Tabilo por 6/1, 2/6 e 10-7.

Com o resultado, o Brasil já tem duas medalhas de ouro no Pan e tem chance de ganhar mais duas. Demoliner disputa ainda neste sábado a decisão de duplas mistas, ao lado de Luísa Stefani, contra a parceria colombiana de Yuliana Lizarazo e Nicolas Barrientos. Já no domingo, Laura Pigossi enfrenta a argentina Lourdes Carlé na final de simples às 17h (de Brasília). Também no domingo, Thiago Monteiro e Gustavo Heide disputam a medalha de bronze às 13h.

A final de duplas masculinas teve estádio lotado na noite deste sábado em Santiago e torcida muito atuante. Em alguns momentos, o árbitro precisava intervir, especialmente para pedir que o público não se manifestasse com os pontos em andamento ou durante o movimento de saque dos jogadores. Demoliner, de 34 anos, e Heide, de apenas 21, conseguiram lidar muito bem com o ambiente hostil e fizeram um ótimo primeiro set.

Os chilenos reagiram na segunda parcial, conquistando duas quebras, e a definição ficou para o match-tiebrerak. A dupla brasileira abriu 5-2, mas os rival empataram por 7-7. Pouco depois, uma bola de Heide tocou a linha por pouco e os chilenos acabaram perdendo o saque de novo. A situação ficou muito boa para a dupla brasileira, já que o jovem paulista, que tinha o serviço mais efetivo na partida, teve dois saques para confirmar a vitória em três sets.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE