PLACAR

Chilena é suspensa por não cooperar com investigações

Fernanda Brito (Foto: Arquivo pessoal/Facebook)

Londres (Reino Unido) – A Agência Internacional para a Integridade do Tênis (ITIA) anunciou nesta quarta-feira que a tenista chilena Fernanda Brito foi suspensa por um período de seis meses e multada em US$ 10 mil por não cooperar com uma investigação do Programa Anticorrupção do Tênis (TACP).

Brito foi interrogada pela ITIA em 2023, mas não atendeu a vários pedidos de acompanhamento de informações relacionadas a uma investigação ativa. A Seção F.2.b do TACP declara que todas as pessoas abrangidas devem cooperar totalmente com as investigações conduzidas pela entidade.

A suspensão da jogadora começou no último dia 5 de abril e termina em 4 de outubro deste ano. Durante o período de inelegibilidade, a jogadora está proibido de jogar, treinar ou participar de qualquer evento de tênis autorizado ou sancionado pelos membros da ITIA.

Aos 32 anos, Fernanda Brito possui 30 títulos de simples no circuito profissional da ITF, sendo 12 em torneios W10 e outros 18 em nível W15, o últimos deles conquistado em 2019. Seu melhor ranking de simples foi o 274º posto, alcançado na temporada anterior. Ela não joga uma partida oficial desde o fim de novembro de 2021.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
João Sawao ando
João Sawao ando
1 mês atrás

Ela já se aposentou. 3 anos sem jogar…..

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE