PLACAR

Carreño sai do top 100 e desiste do US Open

Nova York (EUA) – Afastado do circuito desde fevereiro, o espanhol Pablo Carreño teve uma segunda-feira para se esquecer. No mesmo dia em que saiu do top 100 pela primeira vez de 10 anos, ele também desistiu de participar do US Open.

Atual 124 do mundo, o espanhol despencou 100 posições ao não defender o título no Masters 1000 de canadense na semana passada. Se recuperando de uma lesão no cotovelo direito, ele já havia abdicado de competir no Masters 1000 de Cincinnati.

Carreño e sua equipe médica lutaram contra o tempo para tratar uma lesão, que o incomoda desde o final da temporada passada. Além do US Open, ele retirou também seu nome da lista de inscritos no ATP 250 de Winston-Salem, junto com o compatriota Roberto Bautista.

Na atual temporada, o espanhol de 31 anos disputou apenas quatro partidas, caiu nas estreias em Adelaide 2 e Roterdã e só venceu uma no Australian Open, onde não passou do segundo jogo. No US Open do ano passado, ele foi até as oitavas de final.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE