PLACAR

Brasil só saberá próximo rival da Davis em novembro

Foto: Divulgação/CBT

Londres (Inglaterra) – Depois de vencer o confronto contra a Dinamarca pelo Grupo Mundial I da Copa Davis e garantir vaga no Qualificatório Mundial da competição, o Brasil terá uma longa espera para conhecer os próximos adversários. Isso porque o sorteio só acontecerá em novembro após a definição dos finalistas deste ano. A fase decisiva será realizada em Málaga, na Espanha, entre os dias 21 e 26 de novembro.

Campeão e vice da Davis de 2023 entram direto na fase de grupos em 2024 e não precisam jogar o Qualificatório Mundial em fevereiro. Além disso, a Federação Internacional ainda dará duas vagas diretas por convites. Os outros doze países e mais os doze vencedores de confrontos do Grupo I entram no quali mundial, que vale vaga nos grupos.

Além do Brasil outros 11 países passaram pelo Grupo I: Alemanha, Ucrânia, Eslováquia, Bulgária, Hungria, Bélgica, Israel, Portugal, Argentina, Taiwan e Peru.

A fase de grupos da Davis termina neste domingo e já estão classificados para as quartas, com chances de título em 2023: Canadá, Itália, República Tcheca, Sérvia, Holanda, Finlândia, Austrália e Grã-Bretanha.

Estão eliminados da fase de grupos e deverão jogar o quali mundial (a menos que recebam convites diretos para a fase de grupos) os times do Chile, Suécia, Espanha, Coreia do Sul, Estados Unidos, Croácia, Suíça e França.

Os confrontos serão conhecidos por sorteio, com base no ranking da Davis. Os 12 de melhor ranking serão cabeças de chave. Seguindo a tradição da competição, o mando de quadra será o inverso ao confronto anterior entre os dois países. Em caso de encontro inédito entre dois países, a definição será por sorteio.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE