PLACAR

Bia a Luisa estreiam em Abu Dhabi com vitória de virada

Foto: Mubadala Abu Dhabi Open

Abu Dhabi (Emirados Árabes) – Embora sejam as cabeças de chave 2 no WTA 500 de Abu Dhabi, as paulistas Beatriz Haddad Maia e Luisa Stefani não tiveram moleza na estreia e precisaram buscar a virada para superar a estreia e bater a cazaque Anna Danilina e a ucraniana Nadiia Kichenok, anotando parciais de 2/6, 7/5 e 10-6, depois de 1h48 de confronto.

O próximo obstáculo no caminho de Bia e Luisa, nas quartas de final do torneio, serão as norte-americanas Caroline Dolehide e Desirae Krawczyk, que levaram a melhor na estreia contra a espanhola Cristina Bucsa e a romena Monica Niculescu, vencendo com o placar final de 6/4 e 7/5.

No primeiro set, as brasileiras tiveram um desempenho curioso no saque, contando com aproveitamento superior do segundo serviço (63%) em relação ao primeiro (43%). Bia e Luisa venceram o primeiro game, mas depois perderam os cinco seguintes, com duas quebras consecutivas, e não se recuperaram mais. Elas até tiveram um break-point no sétimo e último game, só que levaram a pior.

O primeiro saque voltou ao normal na segunda parcial, em que venceram 68% dos pontos disputados. Isso foi o suficiente para Bia e Luisa evitaram quebra, salvando os dois break-points que enfrentaram, um deles logo no primeiro game. Elas conseguiram converter, no 12º e último game, uma das quatro chances de quebra que tiveram e assim empataram o jogo.

A definição foi então para o match-tiebreak, no qual as paulistas tiveram controle do placar. Apesar de terem perdido o primeiro ponto num mini-break, elas venceram os quatro seguintes e desde então sempre estiveram com uma boa margem de segurança, chegando abrir quatro pontos de vantagem, que foi justamente a diferença no final.

13 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Jorge Luiz
Jorge Luiz
4 meses atrás

Parabéns,essa dupla é de elite

Antônio Luiz Júnior
Antônio Luiz Júnior
4 meses atrás

Primeiro set muito ruim, melhoraram um pouco no segundo set, e conseguiram vencer no super tie break – Vão ter que jogar melhor para avançar no torneio

Andre Borges
Andre Borges
4 meses atrás

Coitada da Kichenok, jogar 3 contra 1 eh pesado.

Marcelo Ikeda
Marcelo Ikeda
4 meses atrás
Responder para  Andre Borges

kkkk. mas a Dalinina até que ta bem no ano, ganhou Auckland com sua parceira

Paulo A.
Paulo A.
4 meses atrás

Ufa! Essa foi por pouco e terão que melhorar para se dar bem no torneio.

Ubiratan (Black)
4 meses atrás

Grande virada!!
Tava perigando o 2S equilibrado, podia rolar uma quebra no final pra qualquer lado. Ainda bem que estávamos sacando na frente, confirmando e na esperança sempre de quebrar, o que aconteceu. E no tiebreak final também já deu um alívio quebrar os dois primeiros saques delas. Ficou tudo sob controle depois.
Vamos, meninas!!!!

Leo, o realista
Leo, o realista
4 meses atrás

Danilina sempre muito forte. Espero que a Bia volte com ela quando começar a perder com a Stefani.

Adalberto
Adalberto
4 meses atrás

Mostraram capacidade de recuperação!
Já sabíamos que daria certo!
VQV BIALU!

Elcio Barreto
Elcio Barreto
4 meses atrás

Parabéns para essa Dupla 100% Brasileira !!! Poderiam jogar sempre juntas , pois o calendário delas é parecido e jogam demais !!
Parece que é treino para BJK e Olimpíadas , mas na torcida para que firmem essa parceria !!!

Leonardo
Leonardo
4 meses atrás
Responder para  Elcio Barreto

Curiosamente as vezes que jogaram juntas não deu muito certo. Assim como o Bruno Soares e Marcelo Melo, 2 grandes duplistas brasileiros, ambos chegaram a ser n.1 do munto, mas junto não dava a quimica, não somavam. Espero que a Bia e Luisa consigam entrosar e passar a ganhar juntas. Seria muito legal.

Fernando S P
Fernando S P
4 meses atrás
Responder para  Leonardo

Bruno foi #2.

Marcelo Ikeda
Marcelo Ikeda
4 meses atrás

ainda precisam se entrosar melhor mas a tendência é ir melhorando cada vez mais!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Toda a comemoração de Alcaraz na conquista de Roland Garros

Jannik Sinner é o 29º homem a liderar o ranking profissional

PUBLICIDADE