PLACAR

Berrettini diz que chegou a pensar em desistir do tênis

Foto: Clive Brunskill/Getty Images for ITF

Málaga (Espanha) – Afastado das quadras desde a desistência na segunda rodada do US Open, o italiano Matteo Berrettini não teve uma temporada fácil, lidou com diversas lesões e não conseguiu jogar muito em 2023. Atualmente ocupando apenas a 90ª colocação no ranking, o ex-top 10 falou sobre as dificuldades que teve, que inclusive o fizeram pensar em largar o tênis.

“Desistir é algo em que você pensa quando está muito deprimido. Pensei seriamente nisso porque via tudo como sombrio. Mesmo tendo que fazer fisioterapia, era difícil sair da cama e ir para a fisioterapia. E então eu disse para mim mesmo: ‘Quer saber? Tudo bem. Ok, não tenho vontade de fazer nada’. O importante é entender um pouco o porquê e depois tentar encontrar algo que te tire da cama”, contou o italiano.

“Eu me desafiava, me perguntava o que mais podia fazer e percebi que não é uma questão de classificação. Não é uma questão de dinheiro. É realmente uma questão de me desafiar. Felizmente, há muitas pessoas que me amam e tentaram de todas as maneiras fazer com que eu me sentisse melhor”, acrescentou Berrettini, que mesmo sem poder jogar está com o time italiano nas finais da Copa Davis.

Berrettini viajou para Málaga e se juntou aos compatriotas em busca de energia positiva, “Estou treinando com os meninos e me divertindo nas arquibancadas. Infelizmente não posso estar em quadra, mas acredito muito no grupo. Falei com Filippo Volandri (o capitão) e ficaram todos muito felizes por me ter com eles, então peguei o avião e vim para cá”, falou o italiano de 27 anos.

Vivendo um grande momento no circuito, Jannik Sinner foi destacado pelo compatriota. “Diria que Jannik está em boa forma, então estamos prontos para a batalha. Sempre soube que ele faria tudo isso. É algo que você sente quando joga com um tenista de alto nível. Ele demonstra isso desde pequeno e está se aproximando cada vez mais de Novak (Djokovic)”, analisou Berrettini.

4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Zeca
Zeca
2 meses atrás

Esse maneta vai ficar no top 100 e olhe lá…….se não for o saque e o forehand ….seria um ex jogador

SANDRO
SANDRO
2 meses atrás
Responder para  Zeca

Entre em quadra e faça melhor que o Berrettini… Duvido que o Senhor conseguiria ganhar sequer um GAME do Berrettini…

LU*N SI**A
LU*N SI**A
2 meses atrás

que comentário desnecessário.

hyrata hykeno abe
2 meses atrás

Um dos forehand mais poderosos do circuito! Parece ser boa pessoa, o tênis precisa de caras bons assiim.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE