PLACAR

Beach: André Baran faz dobradinha em Aruba

Baran (à esquerda) e Cappelletti (Divulgação)

Aruba – O beachtenista catarinense André Baran, número 1 do Brasil e quarto do mundo,  e o parceiro italiano Michele Cappelletti, sexto do ranking mundial, são campeões do BT 400 do Aruba Open Beach Tennis Championships. A final foi na madrugada desta segunda-feira, contra a dupla brasileira Fabricio Neis e Daniel Schmitt. Baran e Cappelletti venceram por 6/0 e 6/4.

É o primeiro título da parceria em um torneio válido pelo calendário da Federação  Internacional de Tênis (ITF) e o 25º da carreira de Baran. Ao lado de Cappelletti, o catarinense foi vice-campeão do Sand Series na Alemanha, na primeira disputa juntos, em agosto. Campeões, também, no River Open Petrolina, em Pernambuco, no mês de setembro.

“Feliz demais com o título. Obrigado a todos que torceram, que acompanharam os jogos, ao meu time, meus patrocinadores. Só tenho a agradecer por tudo aqui”, comemorou um emocionado Baran.

Baran conquistou em Aruba, também, o título de simples. Na final, venceu o parceiro Cappelletti por 9/7 e recebeu o troféu como melhor jogador do torneio.

Para chegar à decisão do BT 400, Baran e Cappelletti – cabeças de chave 3 – derrotaram o russo Nikita Burmakin – parceiro anterior do catarinense – e o espanhol Antomi Ramos, em um jogo muito disputado, por 7/6, 1/6 e 10-5. Para Cappelletti, esta foi a 74ª conquista da carreira do pentacampeão mundial e a primeira ao lado de Baran. Ele repete 2016 e 2019 quando venceu no torneio.

O BT 400 do Aruba Open Beach Tennis Championships reuniu nomes de destaque do ranking mundial, em duplas masculinas e femininas. Foi o encerramento de uma semana de muito beach tennis em Aruba, com jogos também de simples e duplas mistas.

Desde o dia 12 em Aruba, Baran disputou, ainda, duplas mistas, tendo como parceira a paranaense Rafa Miiller, parando nas quartas de final. E, logo na chegada, realizou jogo exibição, ao lado de Cappelletti, na Supertiebreak Cup, que abriu a programação do Aruba Open com várias partidas.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE