PLACAR

Azarenka vence jogão com Ostapenko e ajuda Bia

Foto: Scott Davis/Tennis Australia

Brisbane (Austrália) – Na partida que abriu a rodada desta sexta-feira no WTA 500 de Brisbane, uma das mais esperadas do dia, a bielorrussa Victoria Azarenka mostrou um grande tênis e venceu a letã Jelena Ostapenko em batalha de 2h30, anotando parciais de 6/3, 3/6 e 7/5.

Cabeça de chave número 8, a bielorrussa acabou ajudando a paulista Beatriz Haddad Maia, com que disputou vários torneios de duplas no ano passado, uma vez que uma vitória de Ostapenko faria com que a letã superasse a brasileira no ranking da WTA.

Azarenka ainda não sabe quem será sua próxima adversária na competição. Campeã do torneio em 2009 e 2016, ela espera pela vencedora do confronto entre a compatriota Aryna Sabalenka, que defende o título conquistado no ano passado, e a russa Daria Kasatkina.

O triunfo não apenas valeu a Vika um lugar nas semifinais de Brisbane, mas também a manutenção de sua invencibilidade contra Ostapenko. A ex-número 1 do mundo tem agora três triunfos em três duelos contra a campeã de Roland Garros em 2017.

Em duelo bastante parelho, levou a melhor quem aproveitou mais as oportunidades. Enquanto Azarenka converteu metade dos oito break-points que teve, Ostapenko sofreu para conseguir suas quebras e terminou com apenas 30% de aproveitamento, conseguindo apenas três em 10 chances.

A partida começou boa para Vika, que abriu 3/0 de cara. Ostapenko chegou a devolver o break no quinto game, mas voltou a ser quebrada no sexto e assim perdeu o primeiro set. Porém, ela não esmoreceu e seguiu lutando na segunda parcial, na qual levou a melhor com uma quebra solitária.

No terceiro e decisivo set, a letã chegou a ter vantagem e sacou para fazer 4/2, mas levou um quebra logo após conseguir a sua. Depois de perder dois break-points no sétimo game, Ostapenko se deu mal quando sacou pressionada em 5/6, levou mais uma quebra e foi eliminada.

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Ubiratan (Black)
1 mês atrás

Parabéns!!
Um sufoco mas conseguiu segurar e finalmente ganhar o 3S.
No caso da Bia ainda sobrou a Kasatkina. Mas teria que passar agora por Sabalenka, complicado, e depois por Azarenka.
Talvez Bia consiga manter o ranking nessa semana que só nesse torneio não foi fácil de gente muito boa com potencial ameaça. Ainda teve a Samsanova que foi quem saiu no primeiro jogo após o bye. E pra não deixar de falar, ainda teve a Zheng na UC, que teve o azar de pegar a Polônia nas quartas depois do inesperado resultado da Sérvia no grupo.
Assim, para a próxima semana não tem mais jeito ou tanta sorte, Bia vai ter que avançar bem em Adelaide para tentar se manter já que estará disputando com todas as suas concorrentes diretas, tirando as desistentes por problema ou gravidez.

Weverton Pacheco
1 mês atrás

Acho que a questão não é se manter no rank 11 e sim, fazer bons resultados para avançar mais ainda em 2024 e claro, ganhar muita grana! Esse deve ser o foco e não ter medo das oscilações!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE