PLACAR

Australianos lamentam derrota e enaltecem Sinner

Foto: Clive Brunskill/Getty Images for ITF

Málaga (Espanha) – Derrotados na final da Copa Davis por 2 a 0, os australianos lamentaram o resultado contra a Itália, comandada pelo número 4 do mundo Jannik Sinner, que fez valer o grande momento e comandou sua equipe rumo ao título. Após as duas partidas de simples que definiram os campeões, o capitão australiano Lleyton Hewitt fez uma análise do confronto.

“Foi uma ótima semana em termos de nosso desempenho, nos demos uma oportunidade. Obviamente decepcionante para os meninos, que mais uma vez ficaram muito perto. A primeira partida poderia ter ido para qualquer lado. Alexei lutou muito, teve chances no 5/5 no primeiro set”, disse Hewitt, falando sobre a derrota de Alexei Popyrin para Matteo Arnaldi com parciais de 7/5, 2/6 e 6/4

“Senti que ele estava fazendo as coisas certas, criando muitas oportunidades. Jogou um ótimo segundo set, então no terceiro parecia que ele era o melhor, mas não conseguiu a vitória. É uma situação completamente diferente de ir para a segunda partida por 1 a 0”, acrescentou o capitão australiano.

Em seguida, Hewitt destacou o grande desempenho de Jannik Sinner, que não deu chances ao australiano Alex de Minaur e fechou a série ao marcar 6/3 e 6/0. “Jannik jogou muito bem a semana toda, para ser honesto nos últimos meses. Ele mostrou porque é um dos 3 ou 4 melhores jogadores do mundo no momento”, comentou o australiano.

“Ele repetiu o que fez ontem contra Novak e jogou um tênis extremamente bom. Acho que as condições e superfície também combinam perfeitamente com o seu jogo, o que torna a vida muito difícil”, acrescentou Hewitt, destacando a grande fase do italiano nesta reta final de temporada.

“Novak disse há uma semana que Jannik está surfando nessa onda incrível de confiança. Jogando em quadras cobertas, ele pode bater com toda força e tem mostrado um nível impressionante. Hoje eu simplesmente não tive o suficiente e por isso saio desapontado por não ter conseguido dar uma chance aos meninos para jogar duplas. Essa é provavelmente a maior decepção”, completou De Minaur.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
SANDRO
SANDRO
3 meses atrás

A verdade nua e crua é que a AUSTRÁLIA nunca deveria estar nesta final… A final verdadeira foi entre Itália e Sérvia, Sinner x Djokovic, quem ganhasse esse confronto DESTRUIRIA a AUSTRÁLIA!!! Onde já se viu um ridículo patético como o “DE MENOR” levar um acachapante e humilhante 6×0 em uma Final de Davis??? “De Menor” sequer viu a cor da bola, SINNER brincou de jogar tenis e fez o “De Menor” de palhaço … A Austrália pegou um caminho muito mais fácil, enquanto ITÁLIA e SÉRVIA estavam do lado mais forte da chave, logo, a AUSTRÁLIA foi implodida pela ITÁLIA…

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE