PLACAR

Atual campeã, Rybakina desiste de Roma no dia da estreia

Foto: Jimmie48/WTA

Roma (Itália) – Pouco antes de sua partida de estreia no WTA 1000 de Roma, marcada para esta sexta-feira, na quadra central, a atual campeã Elena Rybakina desistiu da competição. A cazaque, que enfrentaria a romena Irina-Camelia Begu, alegou doença.

“Estou desapontada por ter que me retirar de Roma este ano, mas infelizmente não me sinto bem o suficiente para competir”, disse Rybakina em comunicado. “Tenho ótimas lembranças do ano passado e estava ansiosa para defender meu título”, acrescentou a cabeça de chave número 4.

Apesar de não defender nenhum dos 1.000 pontos conquistados no ano passado, a cazaque não terá sua colocação ameaçada no ranking, seguindo firme como número 4 da WTA. Contudo, Rybakina vai se distanciar da briga pelas primeiras posições com Iga Swiatek, Aryna Sabalenka e Coco Gauff.

É a segunda vez nesta temporada que Rybakina se retira de um evento como atual campeã. Em março, ela saiu de Indian Wells alegando uma doença gastrointestinal. E pelo mesmo motivo, retirou-se do WTA 1000 de Dubai antes das quartas. “Roma é muito especial para mim e estou ansiosa por voltar no próximo ano para recuperar o meu título e jogar diante dos fãs italianos”, finalizou.

Substituta joga apenas 7 games

Rybakina foi substituída por Oceane Dodin, que havia perdido para a tcheca Brenda Fruhvirtova na última rodada do quali, mas entrou direto na segunda rodada como lucky-loser. Porém, a francesa jogou apenas 26 minutos e também acabou desistindo no meio, quando perdia o primeiro set por 5/2.

Grande beneficiada com essa série de desistências, antes e durante o jogo, Begu garantiu vaga nas terceira rodada e terá agora pela frente a belga Elise Mertens, que derrotou a tcheca Katerina Siniakova em sets diretos, marcando parciais de 6/1 e 6/4 em 1h36 de confronto.

3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Refaelov
Refaelov
14 dias atrás

Estranhas essas desistências da Rybakina, n parece ser uma questão osteo muscular..

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
14 dias atrás

Para tudo na vida, o que manda é a saúde, principalmente no esporte onde o corpo é o principal instrumento de trabalho do atleta. Que a Rybakina consiga recuperar totalmente a sua saúde e possa voltar ao circuito, porque ela é uma das principais tenistas da atualidade e sua presença traz mais competitividade ao circuito.

JBG
JBG
14 dias atrás

Deve ser muito frustante estar 100% em tudo. Mas não poder competir por problemas estomacais de novo. Um pena mesmo, sempre será uma das favoritas em qualquer torneio. Agora estranho medicina moderna e até agora não solucionaram isso… Muito estranho, talvez seja alérgica algum suplemento só pode. Rybakina faz muita falta.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE