PLACAR

ATP Finals pode dar premiação recorde ao campeão

Foto: Corinne Dubreuil/ATP Tour

Turim (Itália) – O ATP Finals deste ano, que mais uma vez será disputado no Pala Alpitour, em Turim, de 12 a 19 de novembro, vai distribuir uma premiação recorde de US$ 15 milhões. Se o campeão vencer todos os jogos, ele receberá US$ 4.801.500.

Na temporada passada, quando o sérvio Novak Djokovic foi o campeão invicto, recebeu US$ 4.740.300. A premiação do ATP Finals para o campeão invicto é a maior do circuito.

Assim como na edição de 2022 do torneio, vencer as três partidas na fase de grupos valerá mais de US$ 1 milhão. Cada vitória nas semifinais renderá mais de US$ 1,1 milhão e quem vencer a final do torneio receberá só por esse triunfo US$ 2.201.000.

Veja como ficou a premiação do Finals em 2023:

Alternate – US$ 152.500
Taxa de participação – US$325.500*
Vitória na fase de grupos – US$ 390.000 (por jogo)
Vitória nas semifinais – US$ 1.105.000
Vitória na final – US$ 2.201.000
Campeão invicto – US$ 4.801.500

* valor para quem disputar os três jogos (1 jogo: US$ 162.750 / 2 jogos: US$244,125 / 3 jogos: US$325.500)

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE