PLACAR

Arábia quer comprar torneio de Miami ou Madri

Foto: Diriyah Tennis Cup

Nova York (EUA) – Depois de entrar no circuito de tênis com a disputa do ATP Next Gen Finals, a Arábia Saudita não quer parar por aí. Segundo informa o The Athletic, os sauditas estão pressionando para comprar dois dos mais prestigiados torneios de tênis profissional, com representantes dos fundos de investimento do país fazendo propostas recentes para assumir os eventos de Miami ou Madri.

Os torneios são propriedade da IMG, conglomerado de esportes e entretenimento que faz parte da Endeavor, um amplo negócio de representação e eventos ao vivo. O esforço da Arábia Saudita para adquirir um dos eventos representa os seus mais recentes esforços para se inserir nos mais altos níveis dos esportes profissionais.

De acordo com fontes anônimas ouvidas, que falaram nesta condição para não comprometer suas relações profissionais, as negociações são preliminares e podem não vingar, mas surgem na sequência de uma série de vitórias significativas da Arábia Saudita no seu esforço para se tornar um ator importante no esporte internacional.

A determinação do país em conseguir um evento 1000 levou a discussões preliminares sobre Miami e Madri com a IMG. Porém, ambos os torneios têm uma longa história nas cidades-sede, o que pode complicar os esforços para transferir um dos torneios para a Arábia Saudita.

Em 2019, a IMG transferiu o torneio de Miami de Key Biscayne para o Hard Rock Stadium. A nova configuração, com a quadra principal encaixada no canto do enorme estádio de futebol americano, recebeu críticas mistas de jogadores e torcedores, mas se mostrou um acerto pelo menos em relação ao público, com um recorde de 380 mil pessoas presentes no evento de duas semanas neste ano.

Outro foco saudita para ampliar seu leque no tênis profissional é tentar levar para o país o WTA Finals. Em entrevista na semana passada, Steve Simon, presidente da WTA, afirmou que nenhuma decisão foi tomada sobre uma nova parceria de longo prazo, mas disse que espera ter um acordo firmado até o final do ano.

Nos últimos dias, os líderes da WTA aconselharam as jogadoras participantes da competição no México sobre como responder às perguntas sobre jogar na Arábia Saudita , sugerindo que observem que uma decisão ainda não foi tomada, mas que devem considerar não tecer críticas a tal possibilidade.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE