PLACAR

“Aprendi a lidar com isso”, afirma Medvedev sobre o saibro

Foto: Rolex Monte-Carlo Masters

Monte Carlo (Mônaco) – Em sua sexta participação no Masters 1000 de Monte Carlo, onde seu melhor resultado é uma semifinal em 2019, o russo Daniil Medvedev afirma estar cada vez mais confortável jogando no saibro, tanto que na temporada passada conseguiu conquistar seu primeiro Masters 1000 nesta superfície, levantando a taça em Roma.

“Dois ou três atrás, eu odiava jogar no saibro, até chegava motivado e animado, mas depois de um jogo já ficava um pouco deprimido por alguns dias. Aprendi a lidar com isso. Agora eu já penso: ‘Ok, é uma mudança de superfície e tenho que adaptar minha mentalidade e meu jogo’. Estou tentando fazer o meu melhor e estou ansioso pelo torneio”, afirmou o atual número 4 do mundo.

Conhecido por se segurar nos pontos e jogar atrás da linha de base, principalmente nos games de devolução, começando bem atrás, o russo explica que vem tentando mudar um pouco sua mentalidade, mas que não é algo fácil.

“Às vezes fico com um pouco de medo durante as partidas em ir mais para frente, porque se eu perder, depois estarei no vestiário dizendo que deveria ter ficado atrás. Estou tentando mudar isso este ano, ser um pouco mais imprevisível e trabalhar mais a posição da frente, onde posso jogar. Mas às vezes não sou tão bom quanto na retaguarda”, comentou Medvedev.

Ele também falou sobre sua parceria com o francês Gilles Simon, que entrou na equipe em fevereiro e será importante a ajudá-lo no saibro. “Gilles foi embora ontem, esteve aqui na fase de preparação e estará em Roma e Roland Garros. Ele é um ex-jogador que era bom taticamente e jogava bem no saibro, então ele me traz pequenos detalhes”, observou o russo.

“Até agora tem funcionado bem. Sou eu quem joga em quadra, então sou eu quem é o mais importante na execução e a gente só tenta discutir alguns golpes no saibro que poderiam ser melhores, algumas posições e momentos táticos. Não é uma loucura, mas sim pequenos detalhes e é assim que funciona no tênis. Até agora está funcionando bem”, acrescentou Medvedev.

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
WALDENYR CALDAS
WALDENYR CALDAS
1 mês atrás

Daniil Medvedev é um dos tenistas mais inteligentes da sua geração e, na mesma proporção da sua inteligência está sua sensatez para analisar seu jogo e seu momento. Igual a ele nessas questões, só mesmo o grande e inigualável Roger Federer.

Paulo
Paulo
1 mês atrás
Responder para  WALDENYR CALDAS

É verdade vc tem toda razão ele é muito inteligente e sensato igual o Roger. Rsrs. Será q eu li isso mesmo?

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE