PLACAR

Apesar das incertezas, Murray lidera britânicos no Queen’s

Foto: LTA

Londres (Inglaterra) – Com o futuro incerto após sofrer uma dura lesão no tornozelo durante o Masters 1000 de Miami, que já comprometeu seus próximos torneios, desistindo de Monte Carlo e Munique, o britânico Andy Murray foi confirmado na chave do ATP 500 de Queen’s, que será disputado entre os dias 15 e 23 de junho.

Murray terá a seu lado os compatriotas Cameron Norrie, Jack Draper e Daniel Evans. O ex-número 1 do mundo já conquistou cinco vezes o título no tradicional Queen’s Club, ao passo que Norrie chegou à final de 2021 e ficou com o vice-campeonato. Por sua vez, Draper e Evans já chegaram às quartas de final.

Os tenistas da casa se juntam a uma lista de inscritos de grande sucesso que já inclui o espanhol Carlos Alcaraz, atual campeão do torneio, o dinamarquês Holger Rune, o australiano Alex de Minaur e os norte-americanos Taylor Fritz, Ben Shelton e Frances Tiafoe.

“Estou realmente ansioso para voltar ao Queen’s. É um torneio histórico e jogar na quadra central foi uma das experiências mais legais para mim. Acho que a grama lá é inacreditável. Os fãs gostam muito de tênis lá e fazem muito barulho”, comentou Shelton.

A competição também confirmou nomes nas duplas, contando com a presença dos britânicos Joe Salisbury e Neal Skupski. Além disso, as estrelas do tênis em cadeira de rodas Alfie Hewett e Gordon Reid competirão em uma partida de exibição. Com Alcaraz, Skupski, Hewett e Reid anunciados, haverá quatro campeões vigentes de Wimbledon em ação no torneio.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE