PLACAR

Alcaraz: “Seja o que não for o título terá sabor agridoce”

Foto: FFT

Paris (França) – Pela terceira vez em quatro participações, e de maneira consecutiva, Carlos Alcaraz está nas quartas de final de Roland Garros. Semifinalista no ano passado, o espanhol de 21 anos garantiu seu lugar entre os oitos melhores desta edição com um triunfo sobre Félix Auger-Aliassime por 6/3, 6/3 e 6/1.

Esta é também a sexta classificação consecutiva de Alcaraz para as quartas de um Grand Slam, numa sequência que começou com a campanha vencedora no US Open de 2022. Ele também foi campeão em Wimbledon no ano passado, fez nova semi em Nova York e parou na antepenúltima fase no Aberto da Austrália deste ano, após ter ficado de fora do torneio em 2023 por problemas físicos.

Diante do bom histórico recente e em busca do seu terceiro troféu de Slam e em pisos diferentes, Carlitos admite que qualquer resultado que são seja o título será decepcionante. “Temos que avaliar todos os resultados. Chegar às quartas de final do Grand Slam é muito bom, mas se pensarmos que é apenas um bom resultado, continuamos em um nível medíocre. Nós sempre queremos mais. Chegamos às quartas e já estamos pensando no que podemos fazer na partida para chegar à semi. Queremos vencer o torneio. Qualquer coisa que não seja o título deixa um gosto agridoce”, afirmou.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Reencontro com Tsitsipas

Para pelo menos igualar o resultado do ano passado, o espanhol terá pela frente um grandes freguês no circuito, o grego Stefanos Tsitsipas, para quem nunca perdeu em cinco duelos disputados, inclusive como uma vitória nas quartas de final de Roland Garros em 2023. Mesmo com o retrospecto a favor, o jovem de 21 anos sabe que a partir daqui todos os jogos serão de alto nível e cada vez mais exigentes.

“As partidas que joguei contra ele foram muito boas. Ele ainda não venceu nenhuma e isso significa que tenho um jeito de jogar contra ele. Já faz um tempo desde a última partida [exatamente um ano] e o confronto direto não significa que eu vá ganhar novamente, pois ele aprendeu com os jogos que fizemos. Sempre digo que se aprende muito mais com as derrotas do que com as vitórias, então tenho certeza que ele sairá de uma forma diferente e focado, mas tentarei repetir o que fiz de melhor nas partidas anteriores. Será um jogo muito exigente tanto física quanto mentalmente”, analisou.

Mudança no saque e evolução do forehand

Alcaraz também comentou sobre um ajuste que fez em seu saque, visando melhorar o fundamento. “É uma mudança pequena no movimento. O toss é um pouco mais alto, sem pausa nas pernas e nos braços. É um pouquinho mais dinâmico. Não estamos procurando nada específico, mas são melhorias que talvez sirvam na questão do lançamento, de acertar a bola mais em cima e com mais direção e força”, detalhou.

Por fim, ele deu uma nova atualização sobre a evolução do antebraço direito, que está cada vez melhor. “O braço está praticamente esquecido, estou me sentindo cada vez mais confortável com o nível do meu forehand. Conforme você vai passando as rodadas, a confiança aumenta e neste momento acho que posso estar no mesmo nível dos melhores e fazer um bom trabalho aqui”, enfatizou o espanhol.

12 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
10 dias atrás

Parece que não aprendeu nada depois das porradas de Djoko e Medvedev

Paulo Almeida
Paulo Almeida
10 dias atrás
Responder para  Paulo Sérgio

E Zverev no AO. Beiçola da Mídia fala muuuuuito.

Lee
Lee
10 dias atrás

E esse jogo contra o Tsitsipas é quase uma semi final, acredito que o vencedor desse jogo já está com um pé na final principalmente o Alcaraz pois no saibro acho que o Sinner ainda é muito inferior ao Alcaraz.

JOÃO LUIZ MELLO BORIN
JOÃO LUIZ MELLO BORIN
9 dias atrás
Responder para  Lee

Estou torcendo pro Alcaraz, mas você acha realmente que o Sinner é muito inferior? Ele foi campeão no Autralian Open e está jogando muito. Fora que o duelo entre eles é de 2×2. Sinceramente não vejo nenhum favorito nesse confronto. Mas espero que o Carlitos seja campeão.

Lee
Lee
9 dias atrás
Responder para  JOÃO LUIZ MELLO BORIN

No saibro acho que o Alcaraz está mais completo que o Sinner mas vai ser um jogo equilibrado se os dois se enfrentarem na semi mas como é no saibro acho o Alcaraz favorito assim como o Nadal era favorito contra Djokovic no saibro.

Federer eterno GOAT
Federer eterno GOAT
10 dias atrás

tudo se encaminhando para uma final Alcaraz x Ruud

Danilo BR
Danilo BR
10 dias atrás
Responder para  Federer eterno GOAT

Pois eu não apostaria no Ruuuind! Ele é uma bufa fria, principalmente quando encara Nole GOAT

Fernando Venezian
Fernando Venezian
10 dias atrás

Parece polêmica a frase, mas vindo de um garoto humilde como ele, achei bem de boa! Com exceção do Dimitrov e Cerundolo, todos os outros só pensam no título.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
10 dias atrás
Responder para  Fernando Venezian

Humilde onde, cara? Cansou de falar que já estava na final dos torneios contra o Djoko.

Fernando Venezian
Fernando Venezian
10 dias atrás
Responder para  Fernando Venezian

Além de Dimitrov e Cerundolo, esqueci do Fritz

José Carlos
José Carlos
10 dias atrás

É uma fala ambiciosa, não arrogante. Tentar explicar isso aos beócios que habitam esse chat é o mesmo que enxugar gelo

Mauro
Mauro
9 dias atrás
Responder para  José Carlos

Se fosse do Djoko era arrogante, mas como é do Alcaraz, é ambiciosa. Depende de quem fala.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Toda a comemoração de Alcaraz na conquista de Roland Garros

Jannik Sinner é o 29º homem a liderar o ranking profissional

PUBLICIDADE