PLACAR

Alcaraz renova contrato e terá marca própria de materiais

Foto: Corinne Dubreuil/FFT

Múrcia (Espanha) – Pouco menos de uma semana após conquistar seu primeiro título de Roland Garros, e o terceiro Grand Slam da Carreira, Carlos Alcaraz está de contrato novo com a Nike, no que se estima ser um dos maiores acordos da história do tênis. Segundo divulgado pelo site espanhol Relevo, Carlitos ganhará em torno de US$ 15 a 20 milhões por ano durante uma década e ainda ganhará sua própria marca de materiais esportivos.

Com isso, o atual número 2 do mundo repete uma ação já feita antes com Roger Federer e Rafael Nadal, que tiveram suas próprias logomarcas desenvolvidas e estampadas junto à gigante norte-americana. O suíço chegou a perder o direito de usar a logo RF por mais de um ano quando seu contrato com a Nike foi encerrado, em 2018. Posteriormente, ele recuperou a marca e passou a poder utilizá-lo nos equipamentos da Uniqlo, empresa japonesa que paga US$ 30 milhões anuais ao ex-tenista sob um contrato de visibilidade.

Até esta renovação de Alcaraz, o contato de patrocínio mais caro do tênis (considerando os jogadores em atividade) era do italiano Jannik Sinner, que fechou um acordo de US$ 158 milhões por dez anos com a própria empresa norte-americana. Para efeito de comparação, Novak Djokovic e Rafael Nadal, dois dos mais importantes jogadores de todos os tempos, recebem atualmente US$ 10 milhões anuais da Lacoste e da Nike, respectivamente.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

A publicação da Revelo diz ainda que Carlitos negociava um novo contrato desde o ano passado e os valores estavam próximos do que Sinner ganha hoje. No entanto, foi justamente a assinatura com o italiano que fez com o espanhol e sua equipe aumentassem a pedida, já que na época o rival ainda não havia sequer vencido seu primeiro Grand Slam e muito menos era considerado numa briga direta pelo posto de número 1 do mundo.

Somando ganhos de premiações e patrocínios, Carlos Alcaraz recebeu 31,4 milhões de euros apenas em 2023, tornando-se assim o segundo tenista que mais faturou na última temporada, atrás apenas de Novak Djokovic, campeão de três Grand Slam (e finalista em outro) e do ATP Finals.

8 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Ronildo
Ronildo
1 mês atrás

Na verdade já fazem 3 anos que Carlos Alcaraz é o melhor tenista em atividade. No entanto seu rendimento foi afetado por contusões, o possibilitou que outros alcançassem o número 1. Se não fossem as contusões já teria aproximadamente 150 semanas no topo do ranking.

Última edição 1 mês atrás by Ronildo
José Ferreira
José Ferreira
1 mês atrás
Responder para  Ronildo

….. já faz três anos….

Gilvandro
Gilvandro
1 mês atrás
Responder para  Ronildo

verdade. se não fossem as contusões ele já estaria com uns 8 grand slams

Carlos Alberto Ribeiro da Silv
Carlos Alberto Ribeiro da Silv
1 mês atrás
Responder para  Ronildo

Quando for fazer alguma afirmação, esquece o advérbio de condição “se”. Porque contusões fazem parte da vida do atleta e acontecem com todos os atletas, não só com o Alcaraz. Se considerarmos o período dos últimos três anos, jun/2021 a jun/2024, os números mostram que o Alcaraz não foi o melhor tenista como você afirma. Se você considerar o mês de jun/2024, o Alcaraz é o melhor porque ganhou Roland Garros, torneio mais importante do mês. Se considerar o ranking da temporada 2024, o Alcaraz está em terceiro lugar com 3900 pontos, atrás o líder Sinner com 5300 pontos e do Zverev, segundo lugar, com 4385 pontos.

Carlos Alberto Ribeiro da Silv
Carlos Alberto Ribeiro da Silv
1 mês atrás
Responder para  Ronildo

Apenas corrigindo o final do texto: atrás do líder Sinner…………

Ana
Ana
1 mês atrás

Alguma pista sobre como deverá ser a logomarca do Carlitos?

Mitzi
Mitzi
1 mês atrás
Responder para  Ana

Estou curiosa pra saber como sera’ a logomarca dele.

helio
helio
1 mês atrás

Concordo com o Ronildo em que Alcaraz é o melhor tenista atual. Seu jogo é eficiente com grandes recursos e sobretudo alegre de se assistir. Vida longa para o Carlitos no mundo concorrido do tenis.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE