PLACAR

Alcaraz: “Novak mostrou que é um dos melhores”

Foto: Darren Carroll/USTA

Nova York (EUA) – Atual campeão do US Open, o espanhol Carlos Alcaraz segue firme na defesa do seu título e já está nas oitavas de final. No último sábado, ele bateu o britânico Daniel Evans em uma disputada partida, em que o rival deu bastante trabalho, mas não o suficiente para ir além de tirar um set do atual número 1 do mundo.

Acho que estou jogando em um bom nível. Estou me sentindo muito, muito bem em quadra, muito confortável. No quarto set fizemos uma grande partida. Eu não estava pensando se poderia perder ou não, só estava focado em dar o meu melhor em cada game e tentar quebrar o saque dele o mais rápido possível”, analisou o jovem espanhol.

Elogiado por Evans pela sua capacidade de variação, Alcaraz falou um pouco sobre o assunto. “Na minha cabeça vêm muitas coisas diferentes antes do golpe. Pode ser um dropshot, um grande forehand, ir para a rede, são várias coisas. Às vezes é difícil achar a certo, quando eu era mais jovem, às vezes era difícil. Mas agora acho que na maioria das vezes encontro o caminho certo”, comentou.

Alcaraz contou que também gosta de variar para deixar as partidas mais interessantes para o público que acompanha seus jogos. “Obviamente quero ganhar todas as partidas que eu jogo, mas ao mesmo tempo quero me divertir, experimentar coisas diferentes, fazer com que as pessoas gostem de assistir tênis, de assistir minhas partidas”.

Questionado sobre a virada do sérvio Novak Djokovic na noite anterior, o espanhol contou que assistiu apenas aos dois primeiros sets. “Depois tive que dormir, mas quando fui para a cama, pensei que Novak conseguiria a virada, Ele mostra mais uma vez que é um dos melhores da história. Fazer com 36 anos as mesmas coisas que fazia quando tinha 20, é incrível”, encerrou.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE