PLACAR

Alcaraz destaca apoio da torcida: “Sou um cara de sorte”

Foto: BNP Paribas Open

Indian Wells (EUA) – Depois de um início muito abaixo das expectativas, levando um estrondoso 6/1 no primeiro set, Carlos Alcaraz reagiu muito bem e virou a partida contra Jannik Sinner na semifinal do Masters 1000 de Indian Wells no último sábado. Além das mudanças de postura e plano tático ao longo do jogo, o espanhol destacou a força da torcida para tirar forças e reverter a situação adversa.

“É inacreditável jogar partidas como esta com uma atmosfera assim. Como disse depois do jogo, sinto que estou em casa. É uma loucura estar longe do meu país e poder sentir essa energia, esse amor, como se estivesse jogando em casa. Sou um cara de sorte por receber essa energia em cada partida, em cada treino, em cada lugar que vou. É algo louco. Muitas vezes ganhei partidas por causa deles. Provavelmente, se eu não tivé-los aqui, vai ser mais difícil ou até impossível superar os problemas que tenho em quadra”, enfatizou o jogador de 20 anos.

Já sobre o que aconteceu no jogo, Carlitos explicou o que fez para buscar a vitória depois de sair atrás no placar. “Eu tive que mudar um pouco o meu jogo, a devolução, já que eu estava mais atrás [da linha de base]. Tentei me dar a oportunidade de disputar ralis mais longos e acho que consegui me sentir um pouco melhor no segundo set. Me senti muito bem fisicamente, então acho que isso foi fundamental para mudar o jogo”, analisou.

Na decisão, Alcaraz terá pela frente um velho conhecido, o russo Daniil Medvedev, contra quem tem três vitórias em cinco jogos, uma delas justamente na decisão de Indian Wells no ano passado. “Sei como devo jogar contra ele. Duelamos muitas vezes, inclusive aqui. Então eu conheço muito bem as táticas dele e como usar as minhas contra ele, mas não vou contar a vocês”, se limitou a dizer projetando o duelo deste domingo.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja como foi a espetacular vitória de Fonseca sobre Sonego

Nadal pode ter feito seu último jogo oficial em Barcelona

PUBLICIDADE