PLACAR

Alcaraz bate Djokovic de virada na exibição de Riad

Riad (Arábia Saudita) – No encontro entre o número 1 do mundo e o vice-líder do ranking na milionária exibição de pré-temporada em Riad, capital da Arábia Saudita, Carlos Alcaraz saiu com a vitória. Nesta quarta-feira, o jovem espanhol superou o sérvio Novak Djokovic de virada, com parciais de 4/6, 6/4 e 6/4 em 1h52 de partida.

Alcaraz agora retorna à Espanha para a disputa de mais um amistoso, desta vez contra o também espanhol Roberto Bautista Agut. O jogo acontece já nesta quinta-feira às 11h30 (de Brasília), no Palácio dos Esportes de Múrcia, cidade natal de Carlitos, que não tem nenhum outro compromisso agendado até o Australian Open.

Já Djokovic embarca direto para Perth, na Austrália, onde defenderá a equipe sérvia na United Cup. Ele estreia na madrugada de sábado para domingo, 31 de dezembro, contra o chinês Zhizhen Zhang. Já no dia 2 de janeiro (noite do dia 1º no Brasil), ele encara o tcheco Jiri Lehecka. Esta será a única competição que Nole disputará antes do primeiro Grand Slam do ano.

O jogo
A partida começou melhor para Alcaraz, que obteve uma quebra de serviço logo no game de abertura. No entanto, o espanhol não conseguiu manter a vantagem e viu Djokovic empatar a partida no quarto game. Os dois seguiram confirmando seus saques até o décimo game, quando o sérvio quebrou o espanhol de zero e fechou a primeira parcial.

O início do segundo set repetiu a história do primeiro, com Alcaraz vencendo o game inaugural no saque do adversário. Desta vez, no entanto, o número 2 do mundo se manteve na frente até o fim e empatou a partida.

Na parcial decisiva, mais uma vez foi o espanhol quem obteve a primeira quebra de serviço, no terceiro game. Apesar disso, Djokovic conseguiu reagir e empatar o placar em 3/3. No nono game, o líder do ranking chegou a salvar dois break-points, mas não resistiu à pressão de Carlitos, que fechou a partida no game seguinte.

Na entrevista após o jogo, Alcaraz ressaltou a capacidade de Djokovic mesmo aos 36 anos de idade. “É incrível dividir a quadra com ele, neste evento e em todo lugar. Como já disse muitas vezes, parece que tem 20 anos. Cresci vendo ele vencer grandes torneios e sempre sonhei em estar neste lugar”, afirmou.

Já o sérvio contrapôs a questão de idade e tratou de também elogiar o adversário 16 anos mais jovem. “É impressionante o que ele já conseguiu nessa idade. É um cara muito humilde e legal. A família dele, o pai dele, uma família muito legal e com grandes valores. Carlos já é um dos líderes desse esporte e com certeza vai carregar a modalidade no futuro. Nos próximos 15 ou 20 anos vamos ouvir falar muito no nome dele. O tênis está em boas mãos”, enfatizou.

8 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Paulo Almeida
Paulo Almeida
1 mês atrás

É bom começar a desenferrujar das férias com adversários mais fracos, mas não é nada para se preocupar.

Gilvan, ex-terceirete e neoalcarazete, deve estar comemorando como título de Grand Slam.

Sérgio Ribeiro
Sérgio Ribeiro
1 mês atrás
Responder para  Paulo Almeida

Olha quem por aqui e com as costumeiras groselhas rs . Não adianta caro Piloto , Djokovic optou por jogar este Torneio misto da ATP pra fugir de Alcaraz , Sinner e Medvedev. No AOPEN eles já armaram o caixão do Coroa . A tática e’ deixá-lo mortinho antes da FINAL , ou seja , quem pega-lo na Semi joga 5 horas de propósito…kkkkkk. Abs!

Paulo Almeida
Paulo Almeida
1 mês atrás
Responder para  Sérgio Ribeiro

Vai sonhando, Sr. SR.

Quem gostava de fugir era o rei da entressafra do Finals 2014,de RG 2016 e do saibro todo em 2017 e 2018. O GOATaço passa por cima de quem vier.

Rsrsrs, abs!

Rodri
Rodri
1 mês atrás
Responder para  Sérgio Ribeiro

Quando se fala em fugir e ter benefícios em sorteios pra escapar dos adversários, é só conversar com Geral. Como é bom quando se analisa os fatos:
https://youtu.be/B6UPa4l4Xns?si=TMVN-0n-1-8Vp3Xn

Paulo Almeida
Paulo Almeida
1 mês atrás
Responder para  Rodri

Na cara não, kkkk.

Balbino Neto
Balbino Neto
1 mês atrás

Ótima atuação do espanhol, destaque para a virada contra o difícil Djokovic. Sem dúvida Alcaraz vai ser brilho importante em 2024 juntamente a Ruud, Rune, Medvedev e outros do top 10, com a presença da lenda Rafael Nadal para apimentar o circuito.

Marcos
Marcos
1 mês atrás
Responder para  Balbino Neto

Ruud?

Caio alexandre
Caio alexandre
1 mês atrás

Esse jogo foi marmelada

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE