PLACAR

Zheng vira o jogo, faz sua 1ª semi de Slam e entra no top 10

Foto: Tennis Australia

Melbourne (Austrália) – Única jogadora do top 20 a ter alcançado as quartas de final do Australian Open em seu lado da chave, Qinwen Zheng segue confirmando seu favoritismo e avançou mais uma rodada em Melbourne. A número 15 do mundo superou nesta quarta-feira a russa Anna Kalinskaya, 75ª do ranking, por 6/7 (4-7), 6/3 e 6/1. Aos 21 anos, ela alcança sua primeira semifinal de Grand Sam e também entrará no top 10 do ranking mundial.

Qinwen Zheng é a apenas a quarta chinesa a disputar uma semifinal de Grand Slam na Era Aberta, juntando-se a Jie Zheng, Na Li e Shuai Peng. Destaque para as três finais de Li em Melbourne. A ex-número 2 do mundo ficou com o vice em 2011 e 2013, antes de finalmente conquistar o título em 2014. Também na Austrália, Jie Zheng foi semifinalista em 2010. Ela também tem semi na grama de Wimbledon em 2008. Já a última chinesa numa semi de Slam foi Shuai Peng no US Open de 2014.

A adversária de Zheng na semifinal desta quinta-feira será a ucraniana Dayana Yastremska, 93ª do ranking e vinda do quali, em um confronto inédito no circuito. Elas fazem o segundo jogo do dia. A rodada começa às 5h30 (de Brasília) com a partida entre Aryna Sabalenka e Coco Gauff, numa reedição da final do US Open. Gauff lidera o histórico por 4 a 2.

Eliminada nas quartas, Anna Kalinskaya também fez o melhor resultado da carreira em um Grand Slam. A russa de 25 anos nunca havia passado da segunda rodada em torneios deste porte e caiu quatro vezes na estreia em Melbourne. Algoz de nomes como Jasmine Paolini e Sloane Stephens, ela entrará no top 40 do ranking pela primeira vez, superando seu recorde pessoal, que era o 51º lugar.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

O primeiro set teve duas quebras para cada lado e Zheng esteve por duas vezes à frente no placar, mas não conseguia sustentar a vantagem. Kalinskaya ainda escapou de um 15-40 no sétimo game. O tiebreak começou errático para as duas jogadoras e Zheng foi a primeira a abrir vantagem depois de disparar um ace. A chinesa fez 3-1, mas cedeu o empate depois de permitir que a russa atacasse seu segundo serviço. Kalinskaya vinha sobrevivendo aos ralis mais longos do fundo de quadra e passou à frente no placar depois de mais um erro da chinesa. Ela chegou ao set-point e deu um winner de devolução para vencer a parcial.

Depois de ter colocado apenas 49% de primeiros serviços em quadra durante o set inicial, Zheng melhorou muito o desempenho no saque durante a parcial seguinte. Ela disparou três aces, colocou 61% de primeiro saque, não enfrentou break-points e cedeu apenas seis pontos em seus games de serviço.

O domínio de Zheng na partida seguiu durante o terceiro set. Ela vinha confirmando seus serviços de forma bastante tranquila. Por outro lado Kalinskaya já sentia um pouco mais o desgaste físico e chegou a pedir atendimento da fisioterapeuta para tratar de um desconforto na perna direita. A chinesa conseguiu três novas quebras no terceiro set, sendo que nos últimos games, a russa oferecia pouca resistência e tentava encurtar os pontos, sem sucesso. Zheng fez mais que o dobro de winners, 42 a 18, cometeu 35 erros contra 30 e conseguiu seis quebras na partida.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE