PLACAR

Wild sai do buraco, busca virada e vence 6ª seguida

Foto: Challenger Citta' di Como

Gênova (Itália) – Vindo do título em Como na semana passada, o paranaense Thiago Wild por pouco não conseguiu manter o embalo e caiu na estreia no challenger de Gênova, mas conseguiu sair do buraco no duelo com o tenista da casa Riccardo Bonadio, que chegou a ter um set e uma quebra de frente, mas no final levou a virada do brasileiro e caiu com parciais de 4/6, 7/6 (7-5) e 6/1.

Cabeça de chave número 3 no torneio italiano, Wild terá pela frente mais um tenista da casa. Depois de vencer sua sexta partida consecutiva, o número 1 do Brasil e futuro top 100 do mundo, atualmente ainda na 106ª colocação, enfrentará o quali Andrea Picchione, que derrotou o convidado e compatriota Enrico Dalla Valle com o placar final de 6/0, 1/6 e 6/1.

Prestes a fazer sua estreia no top 100, o que acontecerá na próxima semana, o paranaense de 23 anos está subindo provisiriamente para o 94º lugar e pode escalar ainda mais o ranking se for longe nesta semana. Na melhor das possibilidades, em caso de título, ele tem a chance de alcançar até a 76ª colocaçao na ATP.

O primeiro set foi bem parelho e definido no detalhe, com uma quebra no nono game para Bonadio, que em seguida confirmou para abrir 1 a 0. O italiano chegou a abrir 4/3 e saque na segunda parcial, mas Wild respondeu prontamente ao break sofrido e devolveu imediatamente. A definição foi então para o tiebreaks, no qual o brasileiro levou a melhor e assim empatou o jogo.

Depois disso, o paranaense foi superior na terceira e decisiva parcial, largando com uma quebra logo de cara. Ele levou susto no segundo game, saindo de 0-40 para salvar três break-points e confirmar a vantagem. Na reta final, Wild ampliou de vez a diferença e conseguiu mais duas quebras sobre o italiano para garantir a virada e a vaga na segunda rodada.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE