PLACAR

Wild faz semifinal e está a uma vitória do top 100

Foto: Challenger Citta' di Como

Como (Itália) – A frustração de não ter conseguido furar o quali do US Open pode ser recompensada logo na semana seguinte para o paranaense Thiago Wild, que vem fazendo grande campanha no challenger de Como e já está nas semifinais. Nesta sexta-feira, ele bateu o alemão Rudolf Molleker com parciais de 6/1 e 6/3 e está a uma vitória de entrar no top 100 pela primeira vez.

Ocupando atualmente a 106ª colocação no ranking, a melhor da carreira, Wild está subindo provisoriamente para a 103ª posição com a semi. Se chegar à final, o paranaense de 23 anos tem tudo para entrar no top 100 pela primeira vez, podendo alcançar até o 98º lugar. No melhor dos casos, com o título no saibro italiano, ele pode chegar até o 93º posto na ATP.

Cabeça de chave número 1 no torneio, Wild ainda não sabe quem será seu próximo oponente, esperando a definição da partida entre o francês Benoit Paire, quarto mais bem cotado no torneio e atual 125 do mundo, e o búlgaro Dimitar Kuzmanov, de 30 anos e 191º colocado no ranking da ATP, que medem forças mais tarde nesta sexta-feira.

Wild começou com tudo na partida e venceu os cinco primeiros games contra o rival alemão, com duas quebras consecutivas. No sexto game, Molleker enfim conseguiu confirmar pela primeira vez e assim evitou o ‘pneu’, mas também não fez nada além disso, uma vez que logo em seguida o brasileiro também dez seu game de serviço e fechou a primeira parcial.

O segundo set também teve o paranaense conseguindo uma quebra de vantagem logo de cara, abrindo 2/0. Sem sustos, ele seguiu pressionando Molleker e teve mais quatro break-points no quinto game, mas não conseguiu aproveitar um sequer. Sacando pressionado em 3/5, o alemão amargou uma nova quebra que deu a vitória e a vaga na semi para Wild.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE