PLACAR

Wild e Fonseca estreiam contra italianos em Bucareste

Foto: Fotojump

Bucareste (Romênia) – Únicos dois representantes brasileiros na chave principal do ATP 250 de Bucareste, Thiago Wild e João Fonseca conheceram seus primeiros adversários na capital romena. Curiosamente, os dois terão pela um adversário italiano na estreia.

Número 1 do país e 68º do mundo, o paranaense de 24 anos iniciará campanha diante de Luca Nardi, de 20 anos e 76º do ranking, e que ganhou bastante destaque na gira norte-americana de quadra dura ao bater o sérvio Novak Djokovic na segunda rodada do Masters 1000 de Indian Wells. O vencedor desta partida enfrentará quem passar do duelo entre o também italiano Luciano Darderi, campeão no saibro de Córdoba e semifinalista em Houston nesta temporada, e o argentino Mariano Navone, cabeça de chave 5 e atual vice-campeão do Rio Open.

Este será o primeiro compromisso de Thiago Wild desde a campanha até a terceira rodada em Miami. Na sequência da temporada de saibro, ele tem vaga quase certa para Madri e já está garantido na chave de Roma, completando a gira em Roland Garros.

Já o carioca de 17 anos, que é o atual 292º colocado na ATP e recebeu convite para disputar o torneio, enfrentará o sexto pré-inscrito Lorenzo Sonego, ex-número 21 do mundo e hoje na 57ª posição. Quem avançar terá pela frente o norte-americano Aleksandar Kovacevic ou um jogador que virá do quali.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Além dos brasileiros e italianos, o torneio de Bucareste terá outros nomes de destaque. O principal favorito ao título é o argentino Francisco Cerúndolo, enquanto o cabeça 2 será o holandês Tallon Griekspoor. Também disputam a competição o suíço Stan Wawrinka, o belga David Goffin, o norte-americano Sebastian Korda, o francês Richard Gasquet e o canadense Denis Shapovalov.

Veja a chave completa:

21 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Marcos Antonio Vargas Pereira
Marcos Antonio Vargas Pereira
1 mês atrás

Jogos dificeis, para o Wild um pouco menos complicado.

Adalberto
Adalberto
1 mês atrás

Parada dura pro Fonseca…
Mas é isso, não tem moleza nos ATPs 250 acima…
Vale a experiência…

Adalberto
Adalberto
1 mês atrás

Em Monte Carlo essa semana o Sonego ‘só’ ganhou do Fognini, Bautista Agut, Goffin e Felix Aliassime… kk…

Leonardo Silveira
Leonardo Silveira
1 mês atrás
Responder para  Adalberto

Nenhum deles tem Fonseca no nome.

Guilherme Alcantara
Guilherme Alcantara
1 mês atrás

Wild tem grandes chances. Fonseca vai ter que tirar outro coelho da cartola, mas sem dúvidas já valerá a experiência de estar frequentando estes torneios.

João Sawao ando
João Sawao ando
1 mês atrás

Torcendo para os dois brazucas

Thiago
Thiago
1 mês atrás

Longe de serem moleza, mas também não são imbatíveis. Bora lá!

JONY MARCIO SANTOS
JONY MARCIO SANTOS
1 mês atrás

Sorteio complicado pros dois, sendo que o Fonseca pegou uma enorme pedreira. Pro Wild não deve ser fácil também, pois o Nardi derrotou recentemente o Djokovic. E se passar vai ter muito trabalho com Darderi ou Navone. Mas é bom demais poder acompanhar dois brasileiros na chave principal de um ATP 250 no exterior, situação que não tem acontecido com muita frequência nos últimos anos.

Guilherme Ribeiro
Guilherme Ribeiro
1 mês atrás

Estreias duríssimas

Federer eterno GOAT
Federer eterno GOAT
1 mês atrás

não sei até que ponto é bom para o Fonseca aos 17 anos já ir pegando esses pesos pesados… esse moleque tá com cara de que está sendo queimado…

Eduardo
Eduardo
1 mês atrás
Responder para  Federer eterno GOAT

Discordo, acho que são ótimas experiências… E ele tá mesclando com os challengers, que são os torneios que ele já pode jogar com o ranking dele. Acho que ele tem que encarar como uma oportunidade de ganhar experiência, aprendizado, se ganhar um jogo é lucro, mas sempre ir mesclando com challengers.

Alberto Carlos Vaz ferreira
Alberto Carlos Vaz ferreira
1 mês atrás
Responder para  Federer eterno GOAT

Tem que tentar, é aos poucos que se chega, é normal ter umas derrotas iniciais para ter conhecimento de como funciona o circuito

Haroldo Guimarães
Haroldo Guimarães
1 mês atrás

Diante dos retrospectos dos italianos, vejo o Wild com jogo mais difícil. Eu continuo achando que o Fonseca devia se estabilizar nos Challenger, se perder o 1o jogo, o que seria normal, tem a semana perdida.

Brunocc
Brunocc
1 mês atrás
Responder para  Haroldo Guimarães

Tenho uma opinião contrária a sua. Acredito que os melhores jogadores são forjados enfrentando os melhores adversários. É uma oportunidade de enfrentar jogadores que geralmente um tenista de Challenger nunca enfrenta. O confronto com adversários superiores pode acelerar o processo de adaptação. Essas situações de competição intensa elevam o desenvolvimento das habilidades técnicas, táticas e psicológicas do jogador. É claro que pode dar tudo errado, mas eu na situação dele faria o mesmo.

Marcos Ribeiro
Marcos Ribeiro
1 mês atrás
Responder para  Brunocc

Com certeza! Mas parece que a maioria aqui só olha para o próximo jogo.

Matheus Ferreira
Matheus Ferreira
1 mês atrás

Jogos difíceis, principalmente o do Fonseca,vai ter que estar em dia iluminado pra bater o italiano.

Marcos Ribeiro
Marcos Ribeiro
1 mês atrás

Parece que o Sonego será o melhor adversário do Fonseca até agora.

Quem enxerga só 1 metro à frente, acha ruim, porque o Fonseca provavelmente vai perder o jogo.

Quem enxerga mais longe, acha que é uma ótima oportunidade para o Fonseca e sua equipe ficarem sabendo melhor qual é a distância e o caminho entre a situação atual e aonde querem chegar.

Leonel
Leonel
1 mês atrás

Colocar o Fonseca ou Juvenis nossos em challengers ou ATP tem que ter limites. No sorteio pode pegar atletas cabeça de chave e levar uma surra. Isto tem que evitar. Fonseca num jogo contra J.Pereira levou pneu no início dos torneios challengers.

Fabricio
Fabricio
1 mês atrás

Sonego é monstro, jogo dificilimo pro fonseca! Porém os prodígios sempre surpreendem, ganhando ou perdendo. Wild e Nardi pra mim confronto equilibrado, 50% 50%! Se o nardi fosse top 15 wild ganhava facil kkkkk mas ele não é.

Pedro
Pedro
1 mês atrás

Por que o wild não jogou Monte Carlo?

José Nilton Dalcim
Admin
1 mês atrás
Responder para  Pedro

Ainda se recuperava se contusão mas jogará Bucareste nesta semana.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE