PLACAR

Wild cai no ranking, Monteiro sobe e Sell tem disparada

Foto: Tennis Australia

Londres (Inglaterra) – Atual número 1 do Brasil no ranking da ATP, o paranaense Thiago Wild acabou perdendo um pouco de terreno na lista divulgada depois do Australian Open. Ele caiu quatro colocações e agora é o 81º do mundo, seguindo como o único do país dentro do top 100.

Tentando voltar à faixa dos 100 melhores do mundo, o cearense Thiago Monteiro teve uma ascensão modesta de apenas uma colocação nesta segunda-feira, alcançando o 119º lugar depois de parar nas quartas de final no challenger de Punta del Este, na semana passada.

Outro que também conseguiu melhorar sua colocação foi o paulista Gustavo Heide, que saiu da 245ª posição para a 241ª. Já o paulista Felipe Meligeni foi para baixo, perdeu três lugares e agora é o 153º do mundo. Assim como ele, o pernambucano João Lucas Reis caiu na ATP e agora é o 309º.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Um pouco mais embaixo, o catarinense Karue Sell foi o destaque brasileiro nesta semana. Ele faturou 25 pontos pela conquista do M25 Ithaca, duas semanas antes, e com isso disparou 190 posições, subindo para o 667º posto, porém ainda distante da melhor marca da carreira (foi 371º em julho de 2018).

Veja o top 10 dos brasileiros na ATP:

Thiago Wild – 81º (-4)
Thiago Monteiro – 119º (+1)
Felipe Meligeni – 153º (-3)
Gustavo Heide – 241º (+4)
João Lucas Reis – 309º (-5)
Pedro Sakamoto – 334º (+1)
Matheus Pucinelli – 343º (-1)
Gilbert Klier – 355º
Orlando Luz – 363º (+7)
Mateus Alvez – 402º (+1)

6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Leandro Schulai
Leandro Schulai
4 meses atrás

Fernando Fernandes chegou a chorar com esse título do Sell kkkkkkkkkkkkkk

Helton
Helton
4 meses atrás
Responder para  Leandro Schulai

Estou até com saudade desse pessoal kkkkkk, pois depois que mudou a estrutura do site eles não aparecem tanto como antigamente.

Rafael
Rafael
4 meses atrás
Responder para  Leandro Schulai

Cabelo de boneca deve está se contorcendo de raiva por aí kkk.

LuizStipp92
LuizStipp92
4 meses atrás

Vamos ver se o Wild consegue jogar num bom nível nessa gira de saibro da América do Sul. É a chance dele de se aproximar do top 50.

Guilherme ES Ribeiro
Guilherme ES Ribeiro
4 meses atrás
Responder para  LuizStipp92

Mas as chaves estão duras. Concordo que talvez seja a melhor chance dele. ATP no saibro. Mas não será fácil.

Thiago
Thiago
4 meses atrás

O Wild que trate de fazer campanhas razoáveis nos próximos 3 ATPs no saibro. Do contrário, já já volta pra vida dura dos CHLs.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE