PLACAR

Wild cai no ranking, Monteiro sobe e Sell tem disparada

Foto: Tennis Australia

Londres (Inglaterra) – Atual número 1 do Brasil no ranking da ATP, o paranaense Thiago Wild acabou perdendo um pouco de terreno na lista divulgada depois do Australian Open. Ele caiu quatro colocações e agora é o 81º do mundo, seguindo como o único do país dentro do top 100.

Tentando voltar à faixa dos 100 melhores do mundo, o cearense Thiago Monteiro teve uma ascensão modesta de apenas uma colocação nesta segunda-feira, alcançando o 119º lugar depois de parar nas quartas de final no challenger de Punta del Este, na semana passada.

Outro que também conseguiu melhorar sua colocação foi o paulista Gustavo Heide, que saiu da 245ª posição para a 241ª. Já o paulista Felipe Meligeni foi para baixo, perdeu três lugares e agora é o 153º do mundo. Assim como ele, o pernambucano João Lucas Reis caiu na ATP e agora é o 309º.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Um pouco mais embaixo, o catarinense Karue Sell foi o destaque brasileiro nesta semana. Ele faturou 25 pontos pela conquista do M25 Ithaca, duas semanas antes, e com isso disparou 190 posições, subindo para o 667º posto, porém ainda distante da melhor marca da carreira (foi 371º em julho de 2018).

Veja o top 10 dos brasileiros na ATP:

Thiago Wild – 81º (-4)
Thiago Monteiro – 119º (+1)
Felipe Meligeni – 153º (-3)
Gustavo Heide – 241º (+4)
João Lucas Reis – 309º (-5)
Pedro Sakamoto – 334º (+1)
Matheus Pucinelli – 343º (-1)
Gilbert Klier – 355º
Orlando Luz – 363º (+7)
Mateus Alvez – 402º (+1)

6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Leandro Schulai
Leandro Schulai
28 dias atrás

Fernando Fernandes chegou a chorar com esse título do Sell kkkkkkkkkkkkkk

Helton
Helton
27 dias atrás
Responder para  Leandro Schulai

Estou até com saudade desse pessoal kkkkkk, pois depois que mudou a estrutura do site eles não aparecem tanto como antigamente.

Rafael
Rafael
27 dias atrás
Responder para  Leandro Schulai

Cabelo de boneca deve está se contorcendo de raiva por aí kkk.

LuizStipp92
LuizStipp92
28 dias atrás

Vamos ver se o Wild consegue jogar num bom nível nessa gira de saibro da América do Sul. É a chance dele de se aproximar do top 50.

Guilherme ES Ribeiro
Guilherme ES Ribeiro
28 dias atrás
Responder para  LuizStipp92

Mas as chaves estão duras. Concordo que talvez seja a melhor chance dele. ATP no saibro. Mas não será fácil.

Thiago
Thiago
28 dias atrás

O Wild que trate de fazer campanhas razoáveis nos próximos 3 ATPs no saibro. Do contrário, já já volta pra vida dura dos CHLs.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE