PLACAR

Vondrousova se retira da dupla na despedida de Strycova

Marketa Vondrousova e Barbora Strycova (Foto: Andrew Ong/USTA)

Nova York (EUA) – Classificada para as quartas de final de simples do US Open, Marketa Vondrousova se retirou da competição de duplas. A tcheca sentiu lesão no cotovelo esquerdo e decidiu se poupar para a disputa individual. A desistência foi ainda mais sentida porque a tenista não queria prejudicar sua parceira, a também tcheca Barbora Strycova, que disputa seu último torneio profissional aos 37 anos.

“Senti uma dor no meu braço e decidimos não jogar hoje. É um pouco triste porque é o último torneio da Barbora, então foi uma decisão difícil e que tomamos juntas. Você tem que colocar sua saúde em primeiro lugar”, disse Vondrousova na entrevista coletiva desta segunda-feira.

“Foi triste. Eu chorei um pouco quando contei à Barbora. Quero dizer, tive tantas lesões que não quero me arriscar. Ela é uma ótima pessoa. Eu disse a ela: ‘Mas é o seu último torneio. Eu não quero fazer isso’, mas ela me disse: ‘Está tudo bem. Temos que jogar 100% ou não jogamos’. Então estava tudo bem. Ela é uma jogadora muito experiente e estou muito grata por tê-la ao meu lado e é tão bom que ela entenda”.

Strycova e Vondrousova venceram dois jogos neste US Open. Elas passaram na estreia pela eslovaca Tereza Mihalikova e a chinesa Yifan Xu por 6/4 e 6/1. Na sequência, venceram um duelo tcheco contra as líderes do ranking Barbora Krejcikova e Katerina Siniakova por 6/2 e 6/3. Com a desistência nas oitavas, a canadense Gabriela Dabrowski e a neozelandesa Erin Routliffe avançam diretamente às quartas.

Vondrouosova acredita que a bola mais pesada que o US Open adotou este ano para o torneio feminino pode ser um fator determinante para a lesão. “É por causa da bola. É muito pesada e a temporada é longa, então você tem que lutar contra isso. Veremos. Tenho um dia de folga amanhã, então isso vai ajudar. Veremos o que vai acontecer”.

A atual campeã de Wimbledon venceu nesta segunda-feira a norte-americana Peyton Stearns, 59ª do ranking, por 6/7 (3-7), 6/3 e 6/2. Ela enfrenta nas quartas a também anfitriã Madison Keys e espera estar em melhores condições físicas. “Estou muito feliz com a vitória de hoje. Foi uma partida difícil. Ela começou muito bem, mexendo muito a bola e me fazendo correr muito. Tive que lutar até o fim. Maddie está jogando um ótimo tênis. Treinamos juntas antes do torneio. Espero mais um jogo duro e vou tentar o meu melhor”.

Strycova ainda vai jogar duplas mistas no US Open
Fora da disputa pelo título de duplas femininas, Strycova ainda segue nas duplas mistas, ao lado do mexicano Santiago Gonzalez. A parceria está nas quartas e enfrenta a japonesa Ena Shibahara e o croata Mate Pavic. Em julho, a tcheca conquistou o título de duplas em Wimbledon, ao lado de Su-Wei Hsieh e encerrou a carreira de simples no WTA de Praga.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE