PLACAR

Vice-campeã, Muchova tira saldo positivo da semana

Foto: Western & Southern Open

Cincinnati (EUA) – Apesar da derrota na final do WTA 1000 de Cincinnati, a tcheca Karolina Muchova sai do torneio com muito mais coisas positivas do que negativas, tendo disputado pela primeira vez uma decisão neste nível e garantido a estreia no top 10.

“É uma sensação única estar entre as 10 melhores do mundo, gostaria de estar nas Olimpíadas ano que vem. Hoje, infelizmente, me senti muito cansada, mas saio deste torneio feliz”, afirmou a tcheca de 26 anos, que perdeu a final para a norte-americana Coco Gauff.

Ela passou mais de 10 horas na quadra antes de enfrentar Gauff, com todas as suas partidas durante a semana sendo concluídas em três sets completos, entre elas uma dura vitória em duas horas e meia sobre a bielorrussa Aryna Sabalenka nas semifinais,

O esforço acumulado durante o torneio acabou pagando o preço na decisão. “Estava um pouco cansada ao entrar no jogo. Sabia que hoje tinha que jogar rápido e não alongar os ralis, porque foram muitos três sets aqui para mim, partidas longas e difíceis”, disse Muchova.

“Jogar dia após dia e não ter folga demanda muito do físico. Em nisso, eu fui a pior hoje”, lamentou a tcheca, que ao menos poderá comemora sua estreia no top 10 da WTA.

“Chegar ao top 10 é sempre uma coisa que está em sua mente quando você joga tênis. Vai acontecer comigo amanhã, então é um resultado muito bom”, afirmou a atual número 17 do mundo, que será a 10ª colocada na WTA na lista da próxima segunda-feira.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE