PLACAR

Thiem vence apenas 3 games e cai nas oitavas de challenger

Foto: Moselle Open

Zadar (Croácia) – Ex-número 3 do mundo e atualmente apenas na 90ª colocação do ranking o austríaco Dominic Thiem continua sem conseguir emplacar bons resultados no circuito. Depois de decidir pular a gira norte-americana de quadra dura para iniciar mais cedo sua preparação para o saibro, o jogador de 30 anos teve mais uma eliminação precoce em challenger, caindo agora nas oitavas de final do torneio de Zadar, na Croácia.

Principal cabeça de chave da competição, Thiem foi superado nesta terça-feira para o compatriota Lukas Neumayer, 219º colocado na ATP, que precisou de 1h41 para anotar as parciais de 6/2 e 6/1 e se garantir nas quartas de final.

Esta foi a quarta derrota em oito jogos disputados pelo austríaco na atual temporada. Antes havia sido superado nas estreias do ATP 250 de Brisbane, do Australian Open e do challenger de Szekesfehervar, na Hungria.

Por outro lado, ele venceu dois jogos no quali de Brisbane, outro no duelo contra o irlandês Michael Agwi, em confronto pela Copa Davis, além do triunfo na estreia em Zadar, superando o sérvio Filip Krajinovic em sets diretos na última segunda-feira.

Convivendo com diversas lesões nas últimas temporadas, Thiem não conquista um título desde o US Open de 2020. De lá para cá, ele disputou apenas três finais, ficando o vice no ATP Finals do mesmo ano, no challenger de Rennes em 2022 e no ATP 250 de Kitzbuhel em 2023. Em torneios de grande porte, sua campanha mais expressiva foi a semifinal do Masters 1000 de Madri em 2021.

5 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
O realista
O realista
28 dias atrás

Terrível o Thiem. Nunca imaginei algo parecido, de um jogador ganhador de slam, que batia de frente com o big3, não conseguir retornar nem perto de onde chegou e ainda com idade para estar no auge.

Davi Poiani
Davi Poiani
28 dias atrás
Responder para  O realista

Também me pergunto o que aconteceu com o Thiem. A queda foi brutal, brutal! Quem viu ele jogar no auge de sua carreira, com vitórias expressivas contra o Big 3, aquele one-handed backhand espetacular… Difícil de acreditar. Vai saber se a coisa é só mental mesmo ou então aquele problema no pulso ainda o incomoda. Já faz alguns anos que está preso nisto e não consegue sair.

Rafael Azevedo
Rafael Azevedo
28 dias atrás

Que melancólico! Chega a me entristecer. Um baita tenista que poderia ganhar alguns Slams (além do que já ganhou). Mas, por ironia, ganhar um Slam foi a pior coisa que lhe aconteceu.

JOSE ARLINO DE PINHO
JOSE ARLINO DE PINHO
28 dias atrás

Acho que a contusão acabou com ele, creio que não tem mais volta.

Marco Antônio Varella
Marco Antônio Varella
27 dias atrás

Que toco! Inacreditável o que está acontecendo com ele.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja os melhores lances da decisão em Monte Carlo

Medvedev em outro ataque de fúria e desconta na raquete

PUBLICIDADE