PLACAR

Stefani embarca para a Austrália com Soares na equipe

Hugo Daibert, Rodrigo Urso, Melina Mazzuco, Luisa Stefani, Guilherme Pachane e Bruno Soares (Foto: Divulgação)

São Paulo (SP) – A paulistana Luisa Stefani finalizou sua pré-temporada e embarca neste sábado para a Austrália, onde iniciará o novo ano. A jogadora de 26 anos e 18ª colocada no ranking de duplas terá alguns dias de adaptação antes da disputa do WTA 500 de Brisbane ao lado da carioca Ingrid Martins, a partir de 1º de janeiro.

Na semana seguinte, Stefani estará no WTA 500 de Adelaide e na sequência parte para o Australian Open, primeiro Grand Slam da temporada. Nesses dois eventos, ela formará parceria com a holandesa Demi Schuurs, ex-top 7 e atual número 19 no ranking da especialidade.

“Ótima pré-temporada, passei as primeiras semanas em São Paulo muito focada em melhorar a parte física e os últimos dias por aqui na Boa Vista em situações de jogo específicas, muita rede, posicionamento e com um astral super positivo para começar 2024 firme”, destaca a a atual campeã de duplas mistas em Melbourne ao lado do gaúcho Rafael Matos.

Para este início de ano, Luisa também definiu sua equipe técnica e será acompanhada pelo treinador Guilherme Pachane, além do reforço do ex-duplista mineiro Bruno Soares, campeão do Australian Open em 2016 na chave masculina e nas mistas.

“O Gui liderou a pré-temporada e vai continuar liderando a equipe como técnico principal. Contamos com a mentoria do Hugo Daibert e do Bruno Soares para entrarem na equipe e darem essa força e experiência que eles têm no mundo das duplas, na carreira, na gestão e planejamento. Os dois são pessoas que admiro muito e sempre me ajudaram na minha trajetória. Então estou super feliz que eles toparam fazer parte desse processo e estarem com a gente nesse próximo ano”, explica.

Stefani também comentou como foram os treinos ao lado de Ingrid Martins, visando a estreia em 2024. “Essa semana foi ótimo treinar com a Gri e nos entrosar antes do primeiro torneio da temporada juntas. Foi uma semana super especial para fechar a pré-temporada aqui no Brasil com chave de ouro e sair com a energia e jogo recarregados para dar o play em 2024, principalmente por ser ano Olímpico, ainda me dá mais motivação para ir com tudo e buscar novos sonhos e conquistas”, completa a medalhista de bronze nas duplas femininas em Tóquio.

9 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Ubiratan (Black)
7 meses atrás

Boa sorte, Luísa!! Vamos pegar canecos!!

Márcio
Márcio
7 meses atrás

Luisa joga muitooooo!!! Boa sorte em 2024!!!

Magdiel Gomes de Moraes
Magdiel Gomes de Moraes
6 meses atrás

Boa sorte, Luiza e demais tenistas brasileiros!!!!!

Andre Borges
Andre Borges
6 meses atrás

Que legal, toda a pré temporada feita com a Ingrid, estão bem entrosadas com ótima sintonia e ela vai jogar a gira com a Demi Schuurs. Eu devo ter algum problema cognitivo que me impede de entender.

Ubiratan (Black)
6 meses atrás
Responder para  Andre Borges

Não foi possível identificar no texto que Luísa e Ingrid jogarão juntas na primeira semana do ano?
Mas mesmo que esse fato não fosse acontecer, eu não sou especialista e nem teria a pretensão de querer ensinar às meninas, profissionais, com quem e em qual lugar do mundo que elas deveriam estar treinando nessa época do ano que todo mundo sabe qual é. Eu acho muito natural, óbvio, que duas brasileiras que não por acaso estão nesse período aqui no Brasil, que jogam duplas e que jogam juntas as vezes, se procurem para treinar duplas juntas.
Depois da primeira semana do ano com Ingrid, por que será que Luísa fechou parceria com uma 19ª do ranking? Caso identifique alguma razão, digamos, conveniente, Luísa e a holandesa já deveriam estar treinando juntas onde nessa pré-temporada?

Ubiratan (Black)
6 meses atrás
Responder para  Ubiratan (Black)

Bem! Depois que eu reescrevo no dia seguinte os principais pontos do que eu tinha enviado antes e que não foi postado aqui, aí se libera esse primeiro post. Ficam 2 posts falando a mesma coisa. Fica sem sentido essa liberação tardia. E não identifico nada aqui onde eu possa apagar um.
Só pra constar mesmo pois acredito que o segundo post, que foi o primeiro liberado, já foi tarde demais, dia seguinte, para particioar de alguma discussão aqui.

Ubiratan (Black)
6 meses atrás
Responder para  Andre Borges

Minha postagem ontem pelo visto não foi aprovada. Mas em linhas gerais falei que na matéria diz que Luísa e Ingrid vão jogar juntas no início do ano. E mesmo que não tivesse essa programação juntas daqui a pouco, para mim é bastante natural, e até óbvio, que as duas sendo brasileiras e estando no Brasil nesse período pelos motivos que todo sabemos e sendo duplistas e que se conhecem e jogam juntas as vezes, que se procurassem para treinar juntas nesse período que passou. Questionei por que seria que Luísa procurou uma parceira número 19 no ranking para os demais torneios de janeiro? E também perguntei, caso entendesse que era conveniente essa formação com a holandesa, se era para elas duas terem treinado juntas nessa pré-temporada e em qual lugar?

Roberto
Roberto
6 meses atrás

Treinar com a Gri e depois com outra jogadoras lá da Holanda. Estou tentando entender.

Carlos Carcamino
Carlos Carcamino
6 meses atrás

Ai Luizona, tô confiante nesta nova jornada. Tem change de voltar top 10.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Fils vence a grande batalha de Hamburgo em cima de Zverev

Veja como Zheng chegou ao bicampeonato em Palermo

PUBLICIDADE