PLACAR

Sinner faz a festa da torcida e chega à final em Turim

Rajeev Ram e Joe Salisbury (Foto: Corinne Dubreuil/ATP Tour)

Turim (Itália) – Único jogador a ter passado invicto pela fase de grupos do ATP Finals, Jannik Sinner conseguiu sua quarta vitória seguida na semana e fez a festa da torcida em Turim. O jovem italiano de 22 anos e número 4 do mundo superou o russo Daniil Medvedev, terceiro do ranking, com parciais de 6/3, 6/7 (4-7) e 6/1 em 2h29 de partida neste sábado.

Esta foi a terceira vitória seguida de Sinner sobre Medvedev, repetindo os resultados das recentes finais de Pequim e Viena em outubro. Antes disso, o russo havia vencido seis duelos anteriores entre eles, incluindo as finais de Roterdã e Miami no primeiro semestre. Vencedor de 10 títulos de ATP, o italiano disputará sua 14ª final da carreira.

O adversário de Sinner na final deste domingo às 14h (de Brasília) será o vencedor do duelo entre os números 1 e 2 do mundo, Novak Djokovic e Carlos Alcaraz. Durante a fase de grupos, o tenista da casa conseguiu uma inédita vitória contra Djokovic em quatro jogos entre eles. Já contra Alcaraz, ele tem quatro vitórias e três derrotas.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Caso seja campeão invicto no Finals, Sinner receberá 1.500 pontos no ranking e uma premiação em dinheiro superior a US$ 4,8 milhões. Ele também tenta se tornar o primeiro italiano a vencer o Finals em 54 edições do evento.

Sinner começou a partida escapando de um break-point logo em seu segundo game de serviço, apostando na combinação entre saque e primeira bola. Logo na sequência, reverteu um game que estava 40-0 para Medvedev, contando com três erros de forehand e uma dupla falta do russo para conseguir a única quebra de todo o primeiro set. O italiano abriu 3/1 e sustentou a vantagem até o fim da parcial. Ele fez 10 a 8 nos winners e cometeu 11 erros contra 12 do rival.

Bastante confortável com as condições mais rápidas em Turim, Sinner era o jogador com maior iniciativa em quadra, tentando definir os pontos com menos trocas de bola e fazendo boas intervenções junto à rede, enquanto Medvedev era quem prevalecia em ralis mais longos. Após um período de domínio dos sacadores no segundo set, o italiano salvou um break-point no oitavo game para buscar o empate por 4/4.

Com muito apoio da torcida e aproveitando um momento de frustração do russo, Sinner colocou pressão nas devoluções no game seguinte e teve um 0-30, mas Medvedev conseguiu manter o saque. O ex-número 1 do mundo venceu a parcial no tiebreak, contando com uma sequência de ótimos saques, e liderou com folga a contagem de winners na parcial por 17 a 8.

A reação de Medvedev na partida não abalou a confiança de Sinner, que fez um terceiro set impecável. Ele não enfrentou break-points e cedeu apenas cinco pontos em seus games de serviço. A primeira quebra veio em uma dupla falta do russo, e a segunda já na reta final da partida. Medvedev terminou o jogo com um winner a mais, 28 a 27, mas cometeu 38 erros contra 31 do italiano. Cada jogador disparou dez aces. E Sinner marcou três quebras, além de não ter sofrido quebras.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE