PLACAR

Sinner: “2024 deve ser o ano da minha confirmação”

SuperTennis Awards 2023 (Foto: Giampiero Sposito/FITP)

Milão (Itália) – Eleito o melhor jogador italiano da temporada pelo canal de televisão SuperTennis, dirigido pela própria federação local, Jannik Sinner recebeu o prêmio em cerimônia realizada na noite da última segunda-feira em Milão. Em entrevista ao ator Max Giusti no palco do evento, o jovem de 22 anos e 4º colocado do ranking falou sobre os feitos obtidos ao longo de 2023 e afirmou que 2024 deverá ser o ano de sua confirmação entre os principais nomes do circuito.

“Nunca tinha ouvido gritos de estádio para um tenista. É muito bom quando você sente a conexão com o público, e em Turim eles me fizeram sentir em casa. Toronto foi outro momento chave desta temporada. Eu já tinha conseguido excelentes resultados no início do ano e senti que estava perto, mas quando se consegue levantar um troféu como este significa muito. Mas não ficamos satisfeitos, continuamos trabalhando e isso me ajudou a fazer um grande final de temporada. [Creio que] 2024 deve ser o ano da confirmação. Ter a pressão sobre você é uma honra, mas deve ser encarada com um sorriso”, destacou.

Vencedor do principal prêmio da noite, Sinner teve a melhor temporada da carreira, com quatro títulos em sete finais disputadas, além da conquista da Davis. Foi ainda semifinalista em Wimbledon, Indian Wells e Monte Carlo. Todos esses resultados o fizeram alcançar seu melhor ranking, o atual 4º lugar.

Quem também esteve presente no palco do “SuperStudio Più” foi Matteo Berrettini, que teve um ano para ser esquecido. Atrapalhado por lesões, ele disputou apenas 23 partidas desde janeiro e ficou sem levantar troféus em uma temporada pela primeira vez desde 2017. Seus melhores resultados em 2023 foram as quartas de final em Acapulco e Phoenix, além das oitavas em Wimbledon e o vice-campeonato da edição inaugural da United Cup com a seleção italiana.

Dessa forma, o jogador de 27 anos teve uma queda acentuada de 76 posições no ranking, do 16º para 92º posto. Mas, apesar de todos os problemas, ele se mostra confiante para dar a volta por cima na próxima temporada e espera retomar os melhores sentimentos dentro e fora de quadra, impulsionados pelo título da Itália na Copa Davis.

“Em 2024, quero vivenciar as emoções que senti em Málaga e Bolonha durante a Davis,  aquelas sensações que experimentei fora da quadra também, porque foi disso que mais senti falta. Gritar pelos meus companheiros me fez bem. Estou animado, espero continuar a ficar zangado depois de cometer um erro e empolgado com um winner”, disse.

“A Davis nos deixou muito entusiasmados. É uma conquista que vem de longe, de todas as derrotas que nos machucaram. Agora voltarei aos torneios na Austrália, mas com a minha classificação atual tudo será mais complicado”, ponderou.

3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Helton
Helton
2 meses atrás

Será??? Acho que cai na primeira rodada do Austrália Open.

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
2 meses atrás

Confirmação é sinônimo de títulos e conquistas. Se o Sinner ganhar torneios importantes, consolidará seu nome entre os melhores. Caso não conquiste muitos torneios importantes, continuará a desconfiança do público sobre ele. Mas, pelo que apresentou no final da temporada 2023, quebrando dois tabus relevantes, vitórias sobre o Djokovic e o Medvedev, 2024 tem tudo pra ser um grande ano para o Sinner.

Ricardo
Ricardo
2 meses atrás

Essa garotada precisa aprender a conjugar o verbo na condicional. É muita afirmação…menos é mais

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE