PLACAR

Sabalenka vence bem e encerra sequência de vitórias de Uchijima

Foto: Philippe Montigny / FFT

Paris (França) – A japonesa Moyuka Uchijima entrou em quadra com uma sequência de 19 vitórias, tendo conquistado três títulos consecutivos em nível ITF, mas não foi páreo para a bielorrussa Aryna Sabalenka. Na partida que abriu a quinta-feira na Philippe Chatrier, a número 2 do mundo dominou a rival e precisou de apenas 62 minutos para triunfar com duplo 6/2.

Sabalenka alcançou pelo menos a terceira rodada de suas últimas 14 participações em Grand Slam. A última vez que caiu antes desta fase foi para a compatriota Victoria Azarenka na segunda rodada do US Open de 2020. Em seguida, ela enfrentará a vencedora do duelo entre a cazaque Yulia Putintseva e a espanhola Paula Badosa.

A bielorrussa tem retrospecto positivo contra Badosa, venceu quatro dos seis duelos anteriores, sendo dois deles nesta temporada e ambos com resultado positivo para Sabalenka, que bateu a espanhola em Miami e Stuttgart. Já caso venha Putintseva, a vantagem é da cazaque, que triunfou na única vez que se cruzaram, no US Open de 2019.

Muito forte com o saque, a vice-líder do ranking raramente teve problemas em seus games de serviço e enfrentou apenas quatro break points, todos com 4/2 no segundo set e resolvidos por meio de saques vencedores ou logo na bola seguinte. Ela terminou a partida com 74% de aproveitamento com o saque e ainda venceu 51% nas devoluções.

Sempre com seu estilo bastante agressivo, Sabalenka anotou 27 bolas vencedoras, quase o triplo das 10 de Uchijima. Nos erros não forçados, ela teve apenas seis a mais do que a rival japonesa (18 a 12). A bielorrussa também se deu muito bem junto à rede, faturando 11 dos 14 pontos disputados desta forma, enquanto a rival perdeu os cinco nestas condições.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE