PLACAR

Rybakina abandona em Cincy e foca no US Open

Foto: Western & Southern Open

Cincinnati (EUA) – Vinda de uma semifinal em Montréal na semana passada e de uma estreia duríssima em Cincinnati na última quarta-feira, Elena Rybakina abandonou o último WTA 1000 preparatório para o US Open. Ela se retirou da partida contra a italiana Jasmine Paolini, 43ª do ranking, depois de ter vencido o primeiro set por 6/4 e de estar perdendo o segundo por 5/2.

Desde a semana passada no Canadá, Rybakina vinha se queixando de dores no ombro e recebeu atendimento dos fisioterapeutas em diferentes partidas. Ela jogou em Cincinnati com uma proteção no local e havia dito após a vitória sobre Jelena Ostapenko na estreia, que não tivera muitas chances de treinar nas quadras do torneio. A número 4 do mundo agora foca no US Open, que começa em 11 dias.

Com o resultado, Paolini marca sua segunda vitória contra top 10 na carreira. Ela também chega às quartas de um WTA 1000 pela primeira vez. A italiana de 27 anos e vinda do quali em Cincinnati passou nas primeiras rodadas pela ucraniana Marta Kostyuk e pela espanhola Cristina Bucsa. Sua próxima adversária pode ser a norte-americana Coco Gauff ou a tcheca de 18 anos Linda Noskova.

Embora seja uma jogadora reconhecida pela eficiência de seu saque e da potência dos golpes do fundo de quadra, Rybakina venceu o primeiro set apostando em variações. Ela conseguiu uma importante quebra de serviço para fazer 4/3 vencendo um dos pontos com uma curtinha e outro com um lob inalcançável.

Mas Paolini reagiu logo no início do segundo set, para conseguir a quebra logo cedo e liderar por 3/0. A italiana sustentou a vantagem salvando alguns break-points para até o 5/2. Rybakina conversou brevemente com o fisioterapeuta na virada de lado e cumprimentou a italiana no final da partida ao se retirar do torneio.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE