PLACAR

Ruud e Dimitrov têm bom início, Shapovalov tira Jarry

Foto: AELTC

Londres (Inglaterra) – Os top 10 Casper Ruud e Grigor Dimitrov não gastaram mais do que três sets para marcar uma largada firme em Wimbledon, mas o chileno Nicolas Jarry marcou a primeira queda de um cabeça na competição, ao ser superado pelo canhoto canadense Denis Shapovalov também em sets diretos.

Ruud tem histórico fraco no Grand Slam da grama e marcou nesta segunda-feira apenas sua terceira vitória em sete partidas e cinco participações. Ele superou o canhoto australiano Alex Bolt, de 31 anos e 234º do ranking, com parciais de 7/6 (7-2), 6/4 e 6/4. Na tentativa de marcar inédita presença em terceira rodada, o norueguês enfrentará o veterano Fabio Fognini, depois que o italiano tirou o francês Luca van Assche, que entrou de última hora na chave, por 6/1, 6/3 e 7/5.

Com estilo muito apropriado à grama, Dimitrov levou a melhor no duelo de backhands de uma mão diante do também habilidoso Dusan Lajovic. O búlgaro, que fez semifinal em Wimbledon há exatos dez anos, venceu por 6/3, 6/4 e 7/5. Seu adversário de segunda rodada será o chinês Juncheng Shang, 91º colocado, que superou o qualificado Cristian Garin, por 7/5, 6/4 e 6/4. Dimitrov atingiu as oitavas no ano passado.

Novamente em boa fase, o canhoto Shapovalov se aproveitou da dificuldade natural de Jarry sobre o piso. Com nove aces e 83% de pontos vencidos com o primeiro saque, eliminou o número 20 com parciais de 6/1, 7/5 e 6/4. O canadense, agora apenas 123º do ranking, tem boa chance de avançar na chave, já que enfrentará agora o vencedor entre Daniel Altmaier e o convidado local Arthur Fery. Em 2021, Shapovalov fez semifinal em Wimbledon e no ano passado chegou nas oitavas.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE