PLACAR

Rublev vence batalha de cinco sets e encara Sinner nas quartas

Foto: Peter Staples/ATP Tour

Melbourne (Austrália) – No encontro entre dois jogadores do top 10 pelas oitavas de final do Australian Open, Andrey Rublev e Alex De Minaur protagonizaram uma batalha de cinco sets, com 4h14 de duração. E apesar de a Rod Laver Arena estar lotada e apoiando De Minaur do início ao fim, Rublev sobreviveu na competição com uma vitória por 6/4, 6/7 (5-7), 6/7 (4-7), 6/3 e 6/0. Ainda invicto na temporada, depois do título em Hong Kong há duas semanas, o russo venceu os oito jogos que disputou em 2024 e atingiu neste domingo a marca de 300 vitórias na elite do circuito.

Aos 26 anos, Rublev chega pela terceira vez às quartas de final do Australian Open e tenta disputar uma semifinal de Grand Slam pela primeira vez na carreira. O atual número 5 do mundo enfrenta o italiano Jannik Sinner, quarto colocado. O russo tem apenas duas vitórias em seis jogos contra Sinner no circuito e não vence o rival desde 2022 em Roland Garros.

Já De Minaur era o último australiano na chave masculina de simples. E com isso, o jejum de títulos entre os homens segue desde 1976 com a conquista de Mark Edmondson. Mas o tenista de 24 anos tem a comemorar o bom início de temporada, venceu três tenistas do top 10 na United Cup, Novak Djokovic, Taylor Fritz e Alexander Zverev, e atingiu o melhor ranking da carreira, na atual décima posição.

Jogador mais agressivo em quadra durante o primeiro set, Rublev tinha o domínio das ações durante os ralis de fundo e controlava os pontos com o forehand. Embora tenha escapado de um 15-40 no game de abertura, o russo logo estabeleceu uma vantagem. Ele saiu vencendo por 4/1, cedeu o empate no oitavo game, mas voltaria a quebrar no último game da parcial.

O segundo set da partida foi inteiramente sem quebras, ainda que oito break-points tenham sido disputados, cinco no saque do russo e três no serviço do australiano. O equilíbrio também prevalecia durante o tiebreak, que teve como destaque um ponto vencido por De Minaur jogando a bola por fora da rede em direção à quadra do adversário. O australiano abriu vantagem mínima, fez 5-3 e fechou a parcial no segundo set-point.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

O bom momento na partida e o apoio da torcida australiana deram confiança ao tenista da casa, que quebrou o serviço de Rublev no início do terceiro set e saiu vencendo por 3/0, com 12 pontos em 16 possíveis até então. O australiano chegou a liderar por 5/2 e teve dois set-points, salvos por Rublev com um tênis agressivo e buscando as linhas com o forehand. E ainda que tenha sofrido a quebra quando sacava para o set, conseguiu vencer mais um tiebreak, no momento em que Rublev sinalizava frustração pelas oportunidades perdidas, além de um aparente desconforto físico.

Mas apesar da desvantagem no placar e da nítida insatisfação com seu nível de tênis, especialmente em momentos decisivos do segundo e terceiro sets, Rublev conseguiu se recompor. Ele voltou a sacar bem e a sustentar os ralis longos contra o sólido australiano para abrir 3/0 no quarto set e esteve o tempo todo à frente no placar da parcial, ainda que De Minaur tenha devolvido uma das quebras. O russo manteve o domínio das ações no quinto e decisivo set. Com três novas quebras, abriu 5/0 no placar. E quando enfrentou três break-points já no último game da partida, conseguiu se salvar com ótimos saques antes de chegar à vitória.

4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
5 meses atrás

Valeu Rublev por calar essa torcida chata da Austrália.

Fernando Venezian
Fernando Venezian
5 meses atrás

O russo tava mortinho fisicamente no quarto set, mas o australiano não virou a faca! Acho que o Rublev nem acredita que ganhou essa partida

Eduardo Miranda
Eduardo Miranda
5 meses atrás
Responder para  Fernando Venezian

Parece que o Minaur ficou mortinho no quinto set e tomou um belo pneu

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE