PLACAR

Rublev supera Murray com 43 winners, Tsitsipas avança

Foto: Peter Staples/ATP Tour

Indian Wells (EUA) – O estilo de jogo agressivo de Andrey Rublev fez a diferença no duelo contra Andy Murray pela segunda rodada do Masters 1000 de Indian Wells. O número 5 do mundo levou a melhor com parciais de 7/6 (7-3) e 6/1, salvando quatro set-points na primeira parcial.

Rublev liderou com folga a estatística de winners da partida por 43 a 13 e cometeu 25 erros não-forçados contra 21 de Murray. Com bom desempenho no saque, o russo disparou 9 aces, escapou dos seis break-points que enfrentou e conseguiu duas quebras na partida, quando já dominava o segundo set.

Aos 26 anos, Rublev está com o melhor ranking da carreira e tem 15 vitórias em 19 jogos na temporada. Suas melhores campanhas foram o título em Hong Kong, as quartas de final do Australian Open e a recente semifinal de Dubai, onde foi alvo de uma polêmica desclassificação, mas conseguiu recuperar os pontos e a premiação. Seu próximo rival pode ser o norte-americano Brandon Nakashima ou o tcheco Jiri Lehecka.

Já Andy Murray segue com apenas três vitórias na temporada e ainda não venceu duas seguidas num mesmo torneio em 2024. Ele havia estreado bem em Doha e Dubai nas últimas semanas e vinha de vitória sobre o belga David Goffin na última quarta-feira em Indian Wells. Ex-número 1 do mundo, o britânico de 36 anos ocupa atualmente o 61º lugar do ranking e já sinaliza uma despedida do circuito profissional ainda nesta temporada.

Quem também estreou com vitória foi o grego Stefanos Tsitsipas, número 11 do mundo. Ele passou pelo francês Lucas Pouille, ex-top 10 e atual 273º colocado aos 30 anos, com parciais de 6/3 e 6/2 em 1h08 de partida. O grego disparou oito aces e não enfrentou break-points. Além disso, liderou a contagem de winners por 20 a 16, e cometeu apenas 13 erros contra 26 do francês.

Após marcar sua quarta vitória contra Pouille e manter a invencibilidade nos confrontos diante do francês, Tsitsipas espera o vencedor da partida entre o norte-americano Frances Tiafoe e o sérvio Dusan Lajovic. Seu histórico contra Tiafoe é negativo, só duas vitórias em cinco jogos. Já diante Lajovic, lidera o retrospecto por 2 a 1.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE