PLACAR

Roddick: “Pode ser o melhor jogo de 3 sets que já vi”

Foto: Western & Southern Open

Cincinnati (EUA) – Uma das partidas mais eletrizantes da temporada, a final do Masters 1000 de Cincinnati, que reuniu os dois melhores do mundo na atualidade e terminou com uma vitória duríssima do sérvio Novak Djokovic, batendo de virada o espanhol Carlos Alcaraz, pode ser um dos melhores jogos em três sets da história. Pelo menos é isso que afirmou o norte-americano Andy Roddick para o Tennis Channel.

“Não sei se é o melhor jogo de três sets que já vi, mas sei que não é maluco pensar assim. Não acho que seja hipérbole, foi uma das partidas mais físicas e bem executadas que já vi, cheia de drama e uma torcida que estava lá. É muito difícil encontrar uma crítica, talvez Alcaraz tenha relaxado demais no terceiro set, mas é normal que isso aconteça em uma partida de quase quatro horas”, analisou Roddick

“Djokovic tirou força da fraqueza, pensou que estava frito depois de uma hora de partida e, de repente, você olha para o relógio e percebe que eles têm 3 horas e 50 minutos de partida e parecem em melhor forma do que no primeiro set. Alcaraz começou a executar bolas vencedoras com um enorme sangue frio quando estava com break-point contra”, acrescentou o norte-americano ex-número 1 do mundo.

Além dos elogios ao jogo e ao desempenho dos dois finalistas, Roddick também destacou que precisamos ter paciência com Alcaraz e eventuais oscilações em quadra, uma vez que o espanhol ainda é muito jovem e tem muito a aprender no decorrer da carreira.

“Precisamos dar tempo para o Carlos conhecer 100% o corpo dele, mudei coisas no meio da minha carreira. A alimentação pode fazer a diferença, mas tudo isso é um processo de tentativa e erro. Não devemos criticar muito o Carlos, foi um jogo extremamente físico e ele veio de uma partida longa de três jogos no dia anterior, e em todos os outros também”, pontuou Roddick.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE